Pular para o conteúdo principal

Carreira Militar: medo ou fascínio?


O alistamento nas Forças Armadas ainda é visto como um sonho para uns. Mas, para outros...
Sílvia Miranda

Servir a pátria, garantir uma carreira permanente e enfrentar diversos desafios. Esses são os principais motivos que levaram o jovem estudante Lismael Cordeiro, 17 anos, a se encantar pela carreira militar. Lismael completa 18 anos este ano e já está providenciando seu alistamento nas Forças Armadas com a pretenção de ficar. O interesse pela carreira surgiu de conversas com os tios que já servem às Forças Armadas há muitos anos. "Um dos meus tios já viajou para Manaus, Rio de Janeiro e vários outros lugares para servir e eu acho tudo isso muito interessante. Além de servir ao país, eu posso conhecer diversos lugares e aprender mais em relação à vida com a forma de tratamento que existe dentro do Exército", relaciona. A paixão pela realização de um sonho iniciou aos 15 anos, por incentivo dos pais e da família. "Minha mãe foi quem mais me abriu os olhos explicando sobre as diferentes oportunidades que eu teria investindo na carreira militar. Ela também costumava dizer que lá a gente iria encarar desafios e aprender a ser forte e lutador como um 'homem' de verdade", acrescenta.


Ao completar 18 anos, o jovem é obrigado a fazer o alistamento militar. Entretanto, ele só permanece se for selecionado, durante um período de dez meses Foto: Joana Lima/Arquivo DN/D.A Press
Com muita confiança em realizar um sonho, o jovem diz que deverá iniciar cursinhos preparatórios para passar nos concursos das forças armadas a partir do próximo ano. "Minha intenção é ficar atento aos concursos da Aeronáutica e tentar uma vaga para pilotar aviões de caça", relata. O que para Lismael pode parecer fascinante, para outros jovens atualmente pode não parece ser tão interessante. É o caso do estudante Paulo Henrique Fonseca, 17 anos, que diz não ter simpatia com a carreira militar. "Não gosto da vida militar porque nos submete a muito esforço físico. Eu quero estudar muito para ser médico", explica. O jovem conta que fará o alistamento obrigatório ainda este ano, quando completa 18 anos, mas pretende pegar reservista no interior, pensando em não ser chamado.

O chefe de comunicação social da 7ª Brigada de Infantaria Motorizada, coronel Francisco de Assis Xavier Reis, acredita que o desinteresse de alguns se deva àforma de tratamento a que os jovens são submetidos pelas forças armadas. "A carreira impõe procedimentos de rigidez em função da hierarquia e obriga os ingressos a seguirem determinadas regras, mas atualmente, o que muitos jovens querem é liberdade. Geralmente são pessoas que não querem interromper os estudos para tornar-se militar", explica. Segundo ele, o interesse pela carreira militar não tem diminuído. "Na Escola de Sargento das Armas do Exército, mais de 100 mil candidatos foram inscritos para ocupar 2 mil vagas, então a gente percebe que não existe diminuição na procura, apenas ouvimos comentários a respeito desses cidadãos desmotivados", relata.

Vantagens
Para o Coronel Reis, a opção pela carreira militar oferece diversas vantagens ao jovem como estabilidade, viagens, oportunidades para cursos de especializações den,tro da carreira, e a vivência constante com esportes radicais, além de poder servir a pátria. "O jovem geralmente se apaixona pela carreira por se tratar de atividades de risco como paraquedismo, montanhismo, cavalaria, pilotagem de aviões. O militar pode, ainda, aproveitar as diversas oportunidades para servir em outros estados, conhecendo e visitando diversos locais onde ele deverá servir pelo Brasil", aponta.

Segundo ele, existem duas formas de se ingressar na carreira militar, através do alistamento obrigatório ou pelos concursos públicos. "O jovem ao completar 18 anos deverá se alistar, mas ele só deverá permanecer se for selecionado, isso por um período de 10 meses. O jovem só poderá continuar, por vontade própria, por sete anos. O ideal é que o interessado em investir na carreira militar estude para concursos públicos que acontecem durante todo o ano tanto no exército, quanto na Marinha e Aeronáutica", informa.

Serviço
(Exército) www.exercito.gov.br
(Marinha) www.mar.mil.br
(Aeronáutica) www.fab.mil.br 

Fonte: Diário de Natal

Postagens mais visitadas deste blog

Canções para TFM

DEMÔNIOS CAMUFLADOS DEMÔNIOS CAMUFLADOS VÃO SAIR DA ESCURIDÃO,
SENTINELA ENSANGUENTADO VAI ROLANDO PELO CHÃO,
E PERGUNTEM DE ONDE VENHO, VENHO DA ESCURIDÃO,
TRAGO A MORTE, O DESESPERO E A TOTAL DESTRUIÇÃO.
ARMADILHAS CAMUFLADAS, ACIONADORES DE TRAÇÃO,
QUEM VIER ATRAS DE MIM SÓ VAI OUVIR A EXPLOSÃO(CABUM)
SANGUE FRIO EM MINHAS VEIAS CONGELOU MEU CORAÇÃO
NÓS GOSTAMOS DE EXPLOSIVOS NOSSO LEMA É VIBRAÇÃO.
QUEM ÉS TU? QUEM ÉS TU?
QUE DESCE DO CÉU!
COM ASAS DE PRATA POR SOBE O BRASIL!
GUERREIRO ALADO, QUE NÃO SENTE DOR!
PARAQUEDISTA, COMANF, MERGULHADOR!
A SUA MISSÃO É DESTRUIR
A TROPA INIMIGA QUE TENTA INVADIR

CORRIDINHA MIXURUCA CORRIDINHA MIXURUCA,
QUE NÃO DÁ NEM PARA CANÇAR.
NESSE PASSO, NESSE PASSO,
VOLTA AO MUNDO EU VOU DAR.
NESSE PASSO, NESSE PASSO
TODOS JUNTOS VÃO CHEGAR.
E SE ALGUÉM NÃO AGUENTAR,
EU VOU TER QUE ARRASTAR.
E SE O ARRASTO ME MATAR, PODES CRER TU VAI FICA
VAI FICAR NA MÃO DE OUTRO – ATÉ EU ME RECUPERAR.
POIS NESSE PASSO, NESSE PASSO,
MESMO MORTO VOU TE BUSCAR.




SALTITANDO, SALTI…

Canções Militares para o TFM.

Essas canções são usadas durante o Treinamento Físico Militar nas Forças Armadas, das Polícias Militares e Corpos de Bombeiros Militares.
Demônios Camuflados Demônios camuflados vão sair da escuridão,
sentinela ensanguentado vai rolando pelo chão,
e perguntem de onde venho, venho da escuridão,
trago a morte, o desespero e a total destruição.
Armadilhas camufladas, acionadores de tração,
Quem vier atras de mim só vai ouvir a explosão(Cabum)
Sangue frio em minhas veias congelou meu coração
Nós gostamos de explosivos nosso lema é vibração.
Quem és Tu? Quem és tu?
Que desce do céu!
Com asas de prata por sobe o Brasil!
Guerreiro alado, que não sente dor!
Paraquedista, Comanf, Mergulhador!
A sua missão é destruir
A tropa inimiga que tenta invadir

Corridinha Mixuruca Corridinha mixuruca,
que não dá nem para cançar.
Nesse passo, nesse passo,
Volta ao mundo eu vou dar.
Nesse passo, nesse passo
Todos juntos vão chegar.
E se alguém não aguentar,
Eu vou ter que arrastar.
E se o arrasto me matar, podes c…

Termodinâmica

Termodinâmica