Pular para o conteúdo principal

Policial Militar, um tributo


Autor: * John Roberto Silva

É com honra, orgulho, respeito e profunda admiração que me debruço a escrever sobre o maior heroi nacional: "o policial militar". Há tempos, anseio este intento, mas só agora não estou só e minhas mãos certamente rabiscarão à altura daqueles a quem dirijo minhas singelas observações como compatriota, integrante e atuante na sociedade civil.

Falar sobre um heroi, hoje em dia, é raro numa sociedade tão desregrada como a nossa e tão aviltada nos seus direitos como integrantes da humanidade sob a ótica na Declaração Universal dos Direitos Humanos. Estamos numa Era Cósmica onde o homem atinge distâncias incomensuráveis do Universo, mas não consegue enxergar um centímetro dentro de si próprio, foge para a galáxia, mas esquece da alma. Anseia a conquista dos bens materiais, mas esquece dos valorosos e imperecíveis bens espirituais.

Enclausurado em suas limitações terrenas, o homem idiotamente crê na possibilidade de viver apenas uma vida, entregando-se aos mais diversos abusos morais, desvirtuamentos éticos e atos criminosos, lamentavelmente amparados e perdoados pela Igreja Católica na velha "ladainha" do confessionário, local onde clérigos diletantes, jurássicos e pueris ditam normas de vida, penitências hipócritas e perdões divinos.

O homem diante da enxurrada capitalista quando passeia num shopping, se esquece completamente de que nada vale "ter", se antes de tudo não se dedicar a "ser". Infelizmente, uma parcela significativa de nossa sociedade se descamba na "usura" e se compraz na fútil vivência de uma existência sob a égide do "dinheiro". Não desejo fazer voto de pobreza, claro que não, pois dinheiro é bom e quem não gosta?! O problema está em colocá-lo num altar e torná-lo um "deus" e aí o corolário desta postura transformar-se-á nas maiores aberrações que assistimos pelas TVs hoje em dia. São roubos, locupletações, prevaricações, estelionatos, homicídios, drogas, etc... tudo em nome do "vil metal".

Por incrível que possa parecer, verdade seja dita, é no colo do policial militar que tudo isso cai quando desaba, pois na sociedade legalista em que vivemos, são eles os policiais que nos salvam, literalmente, das atrocidades monstruosas de uma sociedade claudicante e sedenta de valores espirituais. Seja onde for, em qualquer lugar, lá estará um policial militar. Jogos, manifestações, passeatas, comércios, ruas, bairros, escolas, faculdades, hospitais, mercados, condomínios, shoppings ou até num simples passeio no parque... Lá estará ele: o policial militar.

O que faz ele? Vamos ser diretos e retos: ele está lá para nos proteger, mas acima de tudo salvar nossa vida, se necessário. Alguns acharão simples e comum, mas quem na sociedade pode ostentar o aguilhão: "dar a própria vida em prol de outrem, se não o policial militar"?! Nenhuma profissão guarda e ampara este galardão divino de "dar a própria vida" para salvar outro. Só o policial militar a possui com maestria e estoicismo. Sinceramente, nem o médico, profissão sacrossanta, mas nem ele o cidadão que escolheu a medicina pode dar sua própria vida para salvar outrem. Percebem o valor deste cidadão chamado: policial militar?!

Todas as mazelas que acontecem numa sociedade é ele, o policial militar, que tem que segurar o rojão e botar a cara pra bater quando o "bicho pega"!!! E daí, perguntarão alguns?! Bom, daí é que este nosso compatriota que escolheu uma vida distante das conquistas materiais, salvo as básicas e de direito de todo ser humano. Este cidadão brasileiro que escolheu uma vida de renúncias, paixão e devoção ao próximo chama-se policial militar, mas que em nosso dia-a-dia é desrespeitado no seu direito básico profissional, sem falar na miséria de salário que auferem.

Heroi?! Sim! Não tenham dúvidas, o policial militar é um heroi. Pois só um heroi admite tal aviltamento de si próprio em prol da paz, harmonia, justiça, liberdade, independência, igualdade, fraternidade numa sociedade como a nossa, tão hipócrita, desleal, covarde e pífia na luta pelas conquistas democráticas, este é o retrato de nosso povo.

Só espíritos elevados e nobres dedicam uma vida inteira defendendo a justiça, na prática diária enfrentando a escória que se agiganta, só não em proporção geométrica graças ao policial militar. Quem é ele, esse tal policial militar?!


Muito bem... São homens de honra formada de gente simples, disciplinada, ordeira, amantes da Paz e da Justiça. Quem os conhece entende o que digo.

São pais exemplares, pois apesar dos sobressaltos de sua profissão, ainda conseguem levar amor aos seus familiares. São humanistas e missionários no exercício prático de incêndios, rebeliões, tumultos, tragédias e passeatas. A lista é grande... Enfim... É gente da melhor estirpe e categoria que Deus colocou no mundo e em nossa sociedade, pois como pode alguém receber tão pouco, doar-se tanto e aceitar pacificamente um salário de miséria?! Só um espírito evoluído e de fibra varonil.

Quem é ele? Isto mesmo, nunca se esqueça: POLICIAL MILITAR, HERÓI NACIONAL.

HINO DA POLÍCIA MILITAR: http://www.youtube.com/watch?v=vao6RPXuZrk
Nota: Este artigo foi publicado neste blog a pedido do respectivo autor. Você também pode enviar seu texto para publicação através do nosso formulário de contato.
 
Fonte: http://www.universopolicial.com/2010/04/policial-militar-um-tributo.html?utm_source=feedburnerutm_medium=feed&utm_campaign=Feed%3A+universopolicial+%28UNIVERSO+POLICIAL%29

 
 

Postagens mais visitadas deste blog

Canções para TFM

DEMÔNIOS CAMUFLADOS DEMÔNIOS CAMUFLADOS VÃO SAIR DA ESCURIDÃO,
SENTINELA ENSANGUENTADO VAI ROLANDO PELO CHÃO,
E PERGUNTEM DE ONDE VENHO, VENHO DA ESCURIDÃO,
TRAGO A MORTE, O DESESPERO E A TOTAL DESTRUIÇÃO.
ARMADILHAS CAMUFLADAS, ACIONADORES DE TRAÇÃO,
QUEM VIER ATRAS DE MIM SÓ VAI OUVIR A EXPLOSÃO(CABUM)
SANGUE FRIO EM MINHAS VEIAS CONGELOU MEU CORAÇÃO
NÓS GOSTAMOS DE EXPLOSIVOS NOSSO LEMA É VIBRAÇÃO.
QUEM ÉS TU? QUEM ÉS TU?
QUE DESCE DO CÉU!
COM ASAS DE PRATA POR SOBE O BRASIL!
GUERREIRO ALADO, QUE NÃO SENTE DOR!
PARAQUEDISTA, COMANF, MERGULHADOR!
A SUA MISSÃO É DESTRUIR
A TROPA INIMIGA QUE TENTA INVADIR

CORRIDINHA MIXURUCA CORRIDINHA MIXURUCA,
QUE NÃO DÁ NEM PARA CANÇAR.
NESSE PASSO, NESSE PASSO,
VOLTA AO MUNDO EU VOU DAR.
NESSE PASSO, NESSE PASSO
TODOS JUNTOS VÃO CHEGAR.
E SE ALGUÉM NÃO AGUENTAR,
EU VOU TER QUE ARRASTAR.
E SE O ARRASTO ME MATAR, PODES CRER TU VAI FICA
VAI FICAR NA MÃO DE OUTRO – ATÉ EU ME RECUPERAR.
POIS NESSE PASSO, NESSE PASSO,
MESMO MORTO VOU TE BUSCAR.




SALTITANDO, SALTI…

Canções Militares para o TFM.

Essas canções são usadas durante o Treinamento Físico Militar nas Forças Armadas, das Polícias Militares e Corpos de Bombeiros Militares.
Demônios Camuflados Demônios camuflados vão sair da escuridão,
sentinela ensanguentado vai rolando pelo chão,
e perguntem de onde venho, venho da escuridão,
trago a morte, o desespero e a total destruição.
Armadilhas camufladas, acionadores de tração,
Quem vier atras de mim só vai ouvir a explosão(Cabum)
Sangue frio em minhas veias congelou meu coração
Nós gostamos de explosivos nosso lema é vibração.
Quem és Tu? Quem és tu?
Que desce do céu!
Com asas de prata por sobe o Brasil!
Guerreiro alado, que não sente dor!
Paraquedista, Comanf, Mergulhador!
A sua missão é destruir
A tropa inimiga que tenta invadir

Corridinha Mixuruca Corridinha mixuruca,
que não dá nem para cançar.
Nesse passo, nesse passo,
Volta ao mundo eu vou dar.
Nesse passo, nesse passo
Todos juntos vão chegar.
E se alguém não aguentar,
Eu vou ter que arrastar.
E se o arrasto me matar, podes c…

Termodinâmica

Termodinâmica