Pular para o conteúdo principal

Copa do Mundo de 1938 na França

Inicial » Dossiês » História das Copas do Mundo de futebol » Copa do Mundo de 1938 na França

Copa do Mundo de 1938 na França
Veja os detalhes da Copa do Mundo de futebol de 1938. O mundial de futebol de 1938 foi realizado na França.
A França foi escolhida para sediar a Copa de 38 sob protestos argentinos. Jules Rimet, fundador da FIFA era francês e o sucesso comercial de Copa anterior motivou a decisão de manter o torneio na Europa e ignorar o rodízio dos continentes, apesar da eminência de uma nova guerra. Os argentinos, revoltados com a decisão, abandonaram a Copa. Colômbia, Costa Rica, El Salvador, Guiana Holandesa, México e Uruguai foram solidários e não enviaram seus atletas à França. Do continente americano apenas Cuba e Brasil estiveram presentes na Copa de 1938.

Desde a primeira edição a Copa do Mundo foi um sucesso de público. As seleções de todo o mundo passaram a se interessar e a partir da Copa de 1938 foram necessárias eliminatórias para a fase final devido ao interesse massivo dos países. Para a Copa da França 36 países disputaram as 16 vagas da competição.

A política influenciou de vez a Copa: a Guerra Civil Espanhola, uma avant premiére da Segunda Guerra, mutilou a 'Fúria"; O público francês vaiava os jogadores italianos e alemães quando estes faziam as saudações fascistas; A squadra azzurra mudou seu uniforme para preto, cor oficial do fascismo; e no escudo alemão, a indefectível suástica.

Em 1938, a Áustria, que tinha seu melhor time em anos, foi anexada à Alemanha nazista. Mesmo com os jogadores cedidos, os alemães foram eliminados na primeira fase para a Suíça.O judeu Mathias Sindelar, um dos craques da extinta seleção austríaca, se recusou a defender uma seleção anti-semita. Sindelar cometeu suicídio após a Copa do Mundo.

O Brasil chegou em terceiro lugar e teve o artilheiro da competição. Leônidas da Silva fez até gol descalço nesta Copa. Na vitória de 6 a 5 sobre a Polônia a chuteira do "Diamante Negro" se arrebentou durante a partida.

1938 - Copa do Mundo da França
Seleções participantes: 15
Alemanha | Bélgica | Brasil | Cuba | França | Holanda | Hungria | Índias Holandesas | Itália | Noruega | Polônia | Romênia | Suécia | Suíça | Tchecoslováquia

Seleções estreantes: 4 (27%) - Cuba, Índias Holandesas, Noruega e Polônia

Eliminatórias: 36 seleções
Classificados automaticamente: Itália (última campeã) e França (país-sede)
Sede: França
Campeão: Itália - 2º título
Jogos: 18
Gols: 84
Média de gols: 4,67
Público: 483.000
Média de público: 26.833
Artilheiro: Leônidas da Silva (Brasil) - 8 gols

Pôster, Logo e Mascotes da Copa do Mundo de 1938 na França
Pôster
Pôster da Copa do Mundo de 1938 na França - 3ª Copa do Mundo FIFA
Pôster da Copa do Mundo de 1938 na França - 3ª Copa do Mundo FIFA

Logomarca
Não houve.

Mascote
Não houve.

Saiba mais:
Conheça todos os Mascotes das Copas do Mundo

Copa do Mundo de 1938 na França - Seleções
-

Copa do Mundo de 1938 na França - Sistema de disputa
-

Copa do Mundo de 1938 na França - Primeira Fase
-

Copa do Mundo de 1938 na França - Semi-finais
-

Copa do Mundo de 1938 na França - Final
Itália 4 x 2 Hungria

Copa do Mundo de 1938 na França - Ficha da Final




Berlim, capital da Alemanha - Sede da Copa do Mundo de 2010 Como se escolhe um país para ser sede da Copa do Mundo?
Como se escolhe um país para ser sede da Copa do Mundo? Para sediar uma Copa o país interessado deve se candidatar ao cargo. Atualmente os 24 membros do Comitê Executivo da FIFA analisarão as condições (infra-estrutura, estádios, segurança, turismo, etc.) para avaliar se o país tem condições de sediar o evento. Os países candidatos com condições de sediar a Copa do Mundo participam...
Saiba mais:
Como se escolhe um país para ser sede da Copa do Mundo?




Publicidade


O Brasil na Copa de 1938 na França: 3º lugar
5 jogos | 3 vitórias, 1 empate e 1 derrota | 14 gols a favor e 11 gols sofridos | saldo de gols +3.

Ficha dos jogos do Brasil na Copa do Mundo de 1938 na França
Oitavas-de-final:
Brasil 6 x 5 Polônia
Data: 5 de junho de 1938
Local: Stade de la Meinau (Strasburgo)
Árbitro: Ivan Eklind (Suécia)
Gols: Leônidas 18, Willimowski (pen.) 22, Romeu 25, Leônidas 44 do 1º tempo; Piontek 5, Willimowski 14, Perácio 27, Willimowski 43 do 2º tempo; Leônidas 3 e 12, Willimowski 14 do 1º tempo da prorrogação.
BRASIL: Batatais; Domingos, Machado; Zezé Procópio, Martim, Afonsinho; Lopes, Romeu, Leônidas, Perácio, Hércules. POLÔNIA: Madejski; Szcepaniak, Galecki; Gora, Nytz, Dytko; Piec I, Piontek, Szerfke, Willimowski, Wodarz.

Quartas-de-final:
Brasil 1 x 1 Tchecoslováquia
Data: 12 de junho de 1938
Local: Parc de Lescure (Bordeaux)
Árbitro: Paul van Hertzka (Hungria)
Gols: Leônidas 30 do 1º tempo; Nejedly (pen.) 19 do 2º.
BRASIL: Walter; Domingos, Machado; Zezé Procópio, Martim, Afonsinho; Lopes, Romeu, Leônidas, Perácio, Hércules. TCHECOSLOVÁQUIA: Planicka; Burger, Daucik; Kostalek, Boucek, Kopecky; Riha, Simunek, Ludl, Nejedly, Puc. Expulsões: Zezé Procópio, Machado e Riha.

Desempate:
Brasil 2 x 1 Tchecoslováquia
Data: 14 de junho de 1938
Local: Parc de Lescure (Bordeaux)
Árbitro: Georges Capdeville (França)
Gols: Kopecky 30 do 1º tempo; Leônidas 11, Roberto 18 do 2º.
BRASIL: Walter; Jahu, Nariz; Brito, Brandão, Argemiro; Roberto, Luisinho, Leônidas, Tim, Patesko.
TCHECOSLOVÁQUIA: Burkert; Burger, Daucik; Kostalek, Boucek, Ludl; Horak, Senecky, Kreutz, Kopecky, Rulc.

Semifinal:
Brasil 1 x 2 Itália
Data: 16 de junho de 1938
Local: Stade Vélodrome (Marselha)
Árbitro: Hans Wutrich (Suíça)
Gols: Colaussi 11, Meazza (pen.) 15, Romeu 41 do 2º tempo.
BRASIL: Walter; Domingos, Machado; Zezé Procópio, Martim, Afonsinho; Lopes, Luisinho, Perácio, Romeu, Patesko.
ITÁLIA: Olivieri; Foni, Rava; Serantoni, Andreolo, Locatelli; Biavati, Meazza, Piola, Ferrari, Colaussi.

Disputa do terceiro lugar:
Brasil 4 x 2 Suécia
Data: 19 de junho de 1938
Local: Parc de Lescure (Bordeaux)
Árbitro: Jean Langews (Bélgica)
Gols: Jonasson 18, Nyberg 38, Romeu 43 do 1º tempo; Leônidas 18 e 28, Perácio 35 do 2º.
BRASIL: Batatais; Domingos, Machado; Zezé Procópio, Brandão, Afonsinho; Roberto, Romeu, Leônidas, Perácio, Patesko.
SUÉCIA: Abrahamsson; Eriksson, Nilsson; Almgren, Linderholm, Svanstroem; Bersson, H. Andersson, Jonasson, A. Andersson, Nyberg.

Histórico do Brasil nas Copas do Mundo

Copa do Mundo de 1938 na França - Artilheiros
-

Todas as Copas do Mundo:
Uruguai 1930   Itália 1934   França 1938

Brasil 1950   Suíça 1954   Suécia 1958

Chile 1962   Inglaterra 1966  México 1970

Alemanha Ocidental 1974  Argentina 1978

Espanha 1982  México 1986   Itália 1990

Estados Unidos 1994   França 1998

Coreia do Sul e Japão 2002  Alemanha 2006

África do Sul 2010  Brasil 2014

Copa de 2018   Copa de 2022

http://www.duplipensar.net/dossies/historia-das-copas-do-mundo/1938-copa-da-franca.html
 

Postagens mais visitadas deste blog

Canções para TFM

DEMÔNIOS CAMUFLADOS DEMÔNIOS CAMUFLADOS VÃO SAIR DA ESCURIDÃO,
SENTINELA ENSANGUENTADO VAI ROLANDO PELO CHÃO,
E PERGUNTEM DE ONDE VENHO, VENHO DA ESCURIDÃO,
TRAGO A MORTE, O DESESPERO E A TOTAL DESTRUIÇÃO.
ARMADILHAS CAMUFLADAS, ACIONADORES DE TRAÇÃO,
QUEM VIER ATRAS DE MIM SÓ VAI OUVIR A EXPLOSÃO(CABUM)
SANGUE FRIO EM MINHAS VEIAS CONGELOU MEU CORAÇÃO
NÓS GOSTAMOS DE EXPLOSIVOS NOSSO LEMA É VIBRAÇÃO.
QUEM ÉS TU? QUEM ÉS TU?
QUE DESCE DO CÉU!
COM ASAS DE PRATA POR SOBE O BRASIL!
GUERREIRO ALADO, QUE NÃO SENTE DOR!
PARAQUEDISTA, COMANF, MERGULHADOR!
A SUA MISSÃO É DESTRUIR
A TROPA INIMIGA QUE TENTA INVADIR

CORRIDINHA MIXURUCA CORRIDINHA MIXURUCA,
QUE NÃO DÁ NEM PARA CANÇAR.
NESSE PASSO, NESSE PASSO,
VOLTA AO MUNDO EU VOU DAR.
NESSE PASSO, NESSE PASSO
TODOS JUNTOS VÃO CHEGAR.
E SE ALGUÉM NÃO AGUENTAR,
EU VOU TER QUE ARRASTAR.
E SE O ARRASTO ME MATAR, PODES CRER TU VAI FICA
VAI FICAR NA MÃO DE OUTRO – ATÉ EU ME RECUPERAR.
POIS NESSE PASSO, NESSE PASSO,
MESMO MORTO VOU TE BUSCAR.




SALTITANDO, SALTI…

Canções Militares para o TFM.

Essas canções são usadas durante o Treinamento Físico Militar nas Forças Armadas, das Polícias Militares e Corpos de Bombeiros Militares.
Demônios Camuflados Demônios camuflados vão sair da escuridão,
sentinela ensanguentado vai rolando pelo chão,
e perguntem de onde venho, venho da escuridão,
trago a morte, o desespero e a total destruição.
Armadilhas camufladas, acionadores de tração,
Quem vier atras de mim só vai ouvir a explosão(Cabum)
Sangue frio em minhas veias congelou meu coração
Nós gostamos de explosivos nosso lema é vibração.
Quem és Tu? Quem és tu?
Que desce do céu!
Com asas de prata por sobe o Brasil!
Guerreiro alado, que não sente dor!
Paraquedista, Comanf, Mergulhador!
A sua missão é destruir
A tropa inimiga que tenta invadir

Corridinha Mixuruca Corridinha mixuruca,
que não dá nem para cançar.
Nesse passo, nesse passo,
Volta ao mundo eu vou dar.
Nesse passo, nesse passo
Todos juntos vão chegar.
E se alguém não aguentar,
Eu vou ter que arrastar.
E se o arrasto me matar, podes c…

Termodinâmica

Termodinâmica