Pular para o conteúdo principal

PMs faziam parte de quadrilha que roubou viatura para assaltar banco



A polícia prendeu parte de uma quadrilha que assaltou uma agência bancária em Ibirarema, a 381 km de São Paulo, nesta sexta-feira. O bando invadiu a delegacia da cidade, rendeu todos os policiais no local, roubou uma viatura e um dos bandidosainda vestiu a farda de um PM. Pelo menos dez pessoas participaram da ação. Na madrugada deste sábado, foram presos cinco bandidos, depois de uma perseguição na Rodovia Raposo Tavares, na altura da cidade de Palmital. A polícia descobriu que pelo menos dois policiais militares faziam parte do bando. Um deles foi preso.

- Nós descobrimos que um policial militar de Palmital deu cobertura para os bandidos fugirem. Ele dirigiu o carro em que os assaltantes fugiram - disse o delegado Luiz Fernando Quintero, delegado seccional de Assis.

Entre os detidos está um menor de 17 anos. A polícia procura o restante do bando.

Depois de invadir a delegacia, algemar e trancar os policiais no banheiro, metade do bando seguiu para uma agência bancária que fica no centro da cidade. Como estavam com o carro da polícia, eles estacionaram em frente do banco, sem levantar suspeitas. Fortemente armados, os assaltantes renderam os funcionários e clientes e trancaram todos numa sala. Eles levaram todo o dinheiro do cofre.

Os bandidos colocaram os sacos com dinheiro no porta malas do carro e saíram apontando as armas para os pedestres. Com medo, ninguém saiu de dentro do banco. A outra metade dos bandidos estava em outro veículo, que havia sido roubado em Tarumã. Para despistar a polícia, eles abandonaram este automóvel e pegaram outro. A parte da quadrilha que roubou a viatura, voltou à delegacia para devolvê-la.

O banco não tinha câmeras nem porta giratória. Mas os bandidos foram flagrados pelas câmeras da delegacia.

Com o criminosos presos nesta madrugada, foram encontrados R$ 200 mil roubados do banco, além de uma espingarda, munição e celulares. Trinta policiais participaram da captura.

Da Agência O Globo

Postagens mais visitadas deste blog

Canções para TFM

DEMÔNIOS CAMUFLADOS DEMÔNIOS CAMUFLADOS VÃO SAIR DA ESCURIDÃO,
SENTINELA ENSANGUENTADO VAI ROLANDO PELO CHÃO,
E PERGUNTEM DE ONDE VENHO, VENHO DA ESCURIDÃO,
TRAGO A MORTE, O DESESPERO E A TOTAL DESTRUIÇÃO.
ARMADILHAS CAMUFLADAS, ACIONADORES DE TRAÇÃO,
QUEM VIER ATRAS DE MIM SÓ VAI OUVIR A EXPLOSÃO(CABUM)
SANGUE FRIO EM MINHAS VEIAS CONGELOU MEU CORAÇÃO
NÓS GOSTAMOS DE EXPLOSIVOS NOSSO LEMA É VIBRAÇÃO.
QUEM ÉS TU? QUEM ÉS TU?
QUE DESCE DO CÉU!
COM ASAS DE PRATA POR SOBE O BRASIL!
GUERREIRO ALADO, QUE NÃO SENTE DOR!
PARAQUEDISTA, COMANF, MERGULHADOR!
A SUA MISSÃO É DESTRUIR
A TROPA INIMIGA QUE TENTA INVADIR

CORRIDINHA MIXURUCA CORRIDINHA MIXURUCA,
QUE NÃO DÁ NEM PARA CANÇAR.
NESSE PASSO, NESSE PASSO,
VOLTA AO MUNDO EU VOU DAR.
NESSE PASSO, NESSE PASSO
TODOS JUNTOS VÃO CHEGAR.
E SE ALGUÉM NÃO AGUENTAR,
EU VOU TER QUE ARRASTAR.
E SE O ARRASTO ME MATAR, PODES CRER TU VAI FICA
VAI FICAR NA MÃO DE OUTRO – ATÉ EU ME RECUPERAR.
POIS NESSE PASSO, NESSE PASSO,
MESMO MORTO VOU TE BUSCAR.




SALTITANDO, SALTI…

Canções Militares para o TFM.

Essas canções são usadas durante o Treinamento Físico Militar nas Forças Armadas, das Polícias Militares e Corpos de Bombeiros Militares.
Demônios Camuflados Demônios camuflados vão sair da escuridão,
sentinela ensanguentado vai rolando pelo chão,
e perguntem de onde venho, venho da escuridão,
trago a morte, o desespero e a total destruição.
Armadilhas camufladas, acionadores de tração,
Quem vier atras de mim só vai ouvir a explosão(Cabum)
Sangue frio em minhas veias congelou meu coração
Nós gostamos de explosivos nosso lema é vibração.
Quem és Tu? Quem és tu?
Que desce do céu!
Com asas de prata por sobe o Brasil!
Guerreiro alado, que não sente dor!
Paraquedista, Comanf, Mergulhador!
A sua missão é destruir
A tropa inimiga que tenta invadir

Corridinha Mixuruca Corridinha mixuruca,
que não dá nem para cançar.
Nesse passo, nesse passo,
Volta ao mundo eu vou dar.
Nesse passo, nesse passo
Todos juntos vão chegar.
E se alguém não aguentar,
Eu vou ter que arrastar.
E se o arrasto me matar, podes c…

Termodinâmica

Termodinâmica