Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2013

Conectivos

Por Sandra MacedoConectivos  são conjunções que ligam as orações, estabelecem a conexão entre as orações nos períodos compostos e também as preposições, que ligam um vocábulo a outro.
O período composto é formado de duas ou mais orações. Quando essas orações são independentes umas das outras, chamamos de período composto por coordenação. Essas orações podem estar justapostas (sem conectivos) ou ligadas por conjunções (= conectivos).

Adjetivação

Atooumododeatribuirqualidadesaossubstantivos,precisandooseusignificado.Conferiraceçãoouvalor gramaticaldeadjetivo. Oadjetivotemumaimportânciafundamentalnaexpressividadedalínguaenoseuusocorreto.Oseuuso atribuiumamaiorbelezaaotexto

Logística Reversa

Logística Reversa ImprimirE-mail A Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS) foi instituída pelaLei nº 12.305, de 2 de agosto de 2010regulamentada peloDecreto Nº 7.404 de 23 de dezembro de 2010. Entre os conceitos introduzidos em nossa legislação ambiental pela PNRS estão a responsabilidade compartilhada pelo ciclo de vida dos produtos, a logística reversa e o acordo setorial.
responsabilidade compartilhada pelo ciclo de vida dos produtos é o "conjunto de atribuições individualizadas e encadeadas dos fabricantes, importadores, distribuidores e comerciantes, dos consumidores e dos titulares dos serviços públicos de limpeza urbana e de manejo dos resíduos sólidos, para minimizar o volume de resíduos sólidos e rejeitos gerados, bem como para reduzir os impactos causados à saúde humana e à qualidade ambiental decorrentes do ciclo de vida dos produtos, nos termos desta Lei."
logística reversa é "instrumento de desenvolvimento econômico e social caracterizado por um conjun…

Assertividade

O que é Assertividade?Autor: Carlos Hilsdorf   Share on emailShare on print Assertividade é, frequentemente, relacionada a acerto; daí tanta confusão com o conceito. Assertividade é uma postura comportamental diante das pessoas e de situações cotidianas. Não está ligada ao que é certo ou errado; está ligada à nossa maneira de expor e defender nossas posições. Ser assertivo é ser firme e direto sem sentir ou causar constrangimentos. É uma capacidade de se afirmar de maneira clara, objetiva e transparente, sem delongas. Quem não assume suas posições com autenticidade não é assertivo; é o tipo de pessoa que fica dando voltas e não se posiciona nitidamente.

APRESENTAÇÃO VISUAL DA REDAÇÃO

Por: Clélio Borges 1. O aluno deve preencher corretamente todos os itens do cabeçalho com letra legível. 2. Centralizar o título na primeira linha, sem aspas e sem grifo. O título pode apresentar interrogação desde que o texto responda à pergunta. 3. Pular uma linha entre o titulo e o texto, para então iniciar a redação.

[ Faça inglês na SKILL com 40% de desconto. ] 4.  Fazer parágrafos distando mais ou  menos três centímetros da margem e mantê-los alinhados. 5.  Não ultrapassar as margens (direita e esquerda) e também não deixar de atingi-las. 6.  Evitar rasuras e borrões. Caso o aluno erre, ele deverá anular o erro com um traço apenas. .

Argumento de autoridade

Autor: Desidério MurchoUniversidade Federal de Ouro Preto Aos argumentos baseados na opinião de um ou mais especialistas chama-se argumentos de autoridade. Os argumentos de autoridade têm geralmente a seguinte forma lógica (ou são a ela redutíveis): “disse que P; logo, P”. Por exemplo: “Aristóteles disse que a Terra é plana; logo, a Terra é plana”. Um argumento de autoridade pode ainda ter a seguinte forma lógica: “Todas as autoridades dizem que P; logo, P”. A maior parte do conhecimento que temos de física, matemática, história, economia ou qualquer outra área baseia-se no trabalho e opinião de especialistas. Os argumentos de autoridade resultam desta necessidade de nos apoiarmos nos especialistas. Por isso, uma das regras a que um argumento de autoridade tem de obedecer para poder ser bom é esta:

Parnasianismo

Por Cristiana GomesNas últimas décadas do século XIX, a literatura brasileira abandonou o sentimentalismo dos românticose percorreu novos caminhos.
Na prosa, surgiu o Realismo/Naturalismo e na poesia, o Parnasianismo e Simbolismo. Os poetas parnasianos achavam que alguns princípios adotados pelos românticos (linguagem simples, emprego da sintaxe e vocabulário brasileiros, sentimentalismo, etc) esconderam as verdadeiras qualidades da poesia. Então, propuseram uma literatura mais objetiva, com um vocabulário elaborado (às vezes, incompreensível por ser tão culto), racionalista e voltada para temas universais. A inspiração nos modelos clássicos, ajudaria a combater as emoções e fantasias exageradas dos românticos, garantindo o equilíbrio que desejavam. Desde a década de 1870, as idéias parnasianas já estavam sendo divulgadas. No final dessa década, o jornal carioca “Diário do Rio de Janeiro” publicou uma polêmica em versos que ficou conhecida como “Batalha do Parnaso”. De um lado, os adeptos …

Balística e Lançamento de Projétil

sobreFísica porAlgo Sobre
conteudo@algosobre.com.br


Balística é a ciência que se preocupa em estudar o movimento de corpos lançados ao ar livre, o que geralmente está relacionado ao disparo de projéteis por uma arma de fogo. Ao se estudar um projétil disparado por uma arma de fogo, pode-se separar seu movimento em três partes distintas: a balística interior, balística exterior e a balística terminal. A balística interior fica encarregada de estudar o que ocorre desde o momento do disparo até o instante em que o projétil abandona a arma. Este estudo fica baseado então na temperatura, volume e pressão dos gases no interior da arma durante a explosão do material combustível, assim como também se baseia no formato da arma e do projétil. Dependendo da quantidade utilizada de pólvora, deve-se ser estudado qual o material utilizado para a construção da arma e do projétil para evitar explosões desagradáveis.

Física: Princípio da conservação da energia mecânica

O princípio da conservação da energia mecânica diz que a energia mecânica de um sistema é a soma da energia cinética e da energia potencial. 
Um bloco escorregando por uma superfície sem atrito sempre conserva a sua energia mecânica total em qualquer ponto da trajetória

O conceito de energia foi fundamental para o crescimento da ciência, em particular, da física. Sabemos que é possível transformar qualquer tipo de energia em outra, porém, é impossível “criar” ou “gastar” energia em sentido literal. É possível também transferir energia de um corpo para outro, como por exemplo, o Sol nos transfere parte de sua energia sob a forma de luz. O princípio geral da conservação de energia diz que a energia total de um sistema isolado* é sempre constante. Quando mencionamos a palavra isolado, estamos querendo dizer que o sistema não interage com outros sistemas, pois interações entre sistemas costumam ser efetuadas por meio de troca de energia entre eles. A energia mecânica de um sistema no qual age…

Sinestesia (figura de linguagem)

Por Paula Perin dos SantosLeia este trecho de uma obra de Mário de Andrade:
“Esta chuvinha de água viva esperneando luz e ainda com gosto de mato longe, meio baunilha, meio manacá, meio alfazema”. No período acima, Mário de Andrade misturou diferentes tipos de sensações: visuais, olfativas e gustativas. A isso chamamos sinestesiafigura de palavra que consiste em agrupar e reunir sensações originárias de diferentes órgãos do sentido: visão, tato, olfato, paladar e audição.
Veja este outro exemplo: “O sol de outono caía com uma luz pálida e macia”. Neste caso, “pálida” e “macia” reúnem sensações de visão e tato, respectivamente. O uso dessa figura de expressão, além de embelezar o texto, amplia o sentido do termo a que se refere. O uso destes adjetivos nos faz ter uma melhor idéia desse tipo de luz solar: fraca, aconchegante, agradável.
Outros exemplos de sinestesia: “Dirigiu-lhe uma palavra branca e fria como agradecimento”. “Os carinhos de Godofredo não tinham mais gosto dos primeiros tempo…

Maiúsculas alegorizantes

Eu não coloco cada palavra dos meus títulos em maiúscula, já reparou? Bom, é que até onde eu aprendi maiúsculas são utilizadas no início de frases e no início de substantivos próprios. É, só se aperta oshift na hora de começar a frase ou de falar do Carlão, de contar que ele mora em Salvador e que tem um cachorrinho chamado Bibo... No mais, minúsculas!

Poooorém, a literatura tem essa coisa linda, esse encantamento. Na literatura, você pode fugir da regra e ainda achar motivo pra estar correto! Na literatura simbolista, por exemplo, as Maiúsculas Alegorizantes estavam em [caixa?] alta... Falar de Amor, Paixão, Dor, e Lástima colocava [e coloca!] um força muito maior na ideia que se pretende expressar. E eu mesma sei que já usei aqui no blog as tais maiúsculas alegorizantes, os mais espertos perceberam.

Aí entra uma nova questão, vi isso no facebook:

E me sinto obrigada a concordar. Os ateus e, inclusive, a página da ATEA (associação brasileira de ateus e agnóstic…

ENEM - Resumo do Arcadismo no Brasil e em Portugal

O Arcadismo surgiu na Europa, chegando em Portugal no ano de 1756 e no Brasil no ano de 1768. A corrente era o oposto do Barroco e queria acabar exagero que era o forte desse estilo

O Arcadismo foi uma das correntes artísticas que mais se difundiram aqui no Brasil. Oestilo originou-se na Europa em meados do século XVIII, e assim como as demais correntes, se espalhou pelo mundo, chegando no Brasil,  como já comentado, e em Portugal.

ENEM - A função social das novas tecnologias

NOVAS TECNOLOGIAS E EDUCAÇÃO: CONSTRUÇÃO DE AMBIENTES DE APRENDIZAGEM

Ivany R. Pino
Está cada vez mais presente na consciência do homem atual que os fantásticos avanços tecnológicos que vêm ocorrendo nas últimas décadas estão produzindo profundas transformações em quase todos os setores da vida social, econômica e política das sociedades, qualquer que seja seu estágio de desenvolvimento. Uma das características mais importantes das novas tecnologias da informática e

ENEM - Tecnologia da Informação e Comunicação

Tecnologia da informação e comunicação (TIC) pode ser definida como um conjunto de recursos tecnológicos, utilizados de forma integrada, com um objetivo comum. As TICs são utilizadas das mais diversas formas, na indústria (no processo de automação), no comércio (no gerenciamento, nas diversas formas de publicidade), no setor deinvestimentos (informação simultânea, comunicação imediata) e na educação (no processo de ensino aprendizagem, na Educação à Distância). O desenvolvimento de hardwares e softwares garante a operacionalização da comunicação e dos processos decorrentes em meios virtuais. No entanto, foi a popularização da internet que potencializou o uso das TICs em diversos campos. Através da internet, novos sistemas de comunicação e informação foram criados, formando uma verdadeira rede. Criações como o e-mail, o chat, os fóruns, a agenda de grupo online, comunidades virtuais, web cam, entre outros, revolucionaram os relacionamentos humanos. Através do trabalho colaborativo, profis…

Questão de Física - 7- um sólido, inicialmente em repouso a 20 metros de altura do solo, inicia um movimento de queda, sem atrito e sujeito apenas à ...

7- um sólido, inicialmente em repouso a 20 metros de altura do solo, inicia um movimento de queda, sem atrito e sujeito apenas à ação da gravidade g=10m/s², vinculado a uma rampa inclinada plana que forma um ângulo de 45° com a vertical. O sólido abandonou esta rampa quando estava a uma altura de 10 metros do solo, e passou então a se mover em queda livre. A distância percorrida horizontalmente pelo sólido, após deixar a rampa inclinada ate atingir o solo, foi de:
a) 5^(1/2) m b) 10(3(1/2) – 1)m c) 10 m d) 10*2(1/2) m e) 20 m


Pelo princípio de manutenção da energia mecânica, tem-se:
Em(inicial) = Em(final)

Energia Potencial Gravitacional = m*g*h Energia Cinética = m*v²/2
Onde:
m = massa
g = aceleração da gravidade = 10 m/s²
h = altura
v = velocidade
Dessa forma:
m*g*h = m*g*h' + mv²/2
Tal que:

h = 20 m h' = 10 m
Dividindo por m (massa), temos:
g*h = g*h' + v²/2

10*20 = 10*10 + v²/2 200 - 100 = v²/2 v² = 200

Aplicações dos Ternos Pitagóricos (Partes 1 e 2)

Nesta primeira parte, veremos a caixa em forma de paralelepípedo retângulo.


Certo dia um colega do DAC (Departamento de Administração e Contabilidade) da UFCG, fez-me a seguinte pergunta: quando eu cursava o ensino médio (antigo secundário), o professor de matemática apresentou-nos duas fórmulas que dão ternos pitagóricos:
Fórmula de Pitágoras:





Fórmula de Platão:


Só Português: Estilística (hiperlink)