Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Julho 27, 2013

Juiz determina que polícia faça o transporte de adolescentes infratores

Medida foi tomada por causa da recusa dos policiais em promover o transporte para as comarcas de origem dos mandados, o que tem ocasionado superlotação.Gerlane Lima, 27 de julho de 2013 O juiz da 3ª Vara da Infância e Juventude de Natal, Homero Lechner, promoveu reunião com representantes da Defensoria Pública Estadual, da Degepol, com a coordenadora do Pronto Atendimento – P.A, do Centro Integrado de Atendimento ao Adolescente – Ciad, Fundac e com promotores de justiça.
Na reunião, ficou estabelecido pelo magistrado, que a partir de agora, as unidades do Pronto Atendimento e do Ciad estão proibidas de receber adolescentes apreendidos em decorrência de Mandado de Busca e Apreensão expedidos pelas Comarcas de Mossoró e Caicó/RN, ou que devam ser para lá encaminhados. Diante disso, os Mandados de Busca e Apreensão cumpridos pela Polícia Civil, deverão ser integralmente cumpridos pela instituição, inclusive, quanto ao transporte e encaminhamento do adolescente apreendido à unidade especific…

Marcha das Vadias reúne mil nas praias do Rio e vira hit em rede social

Marcha das Vadias reúne mil nas praias do Rio e vira hit em rede socialHashtag #MarchaDasVadiasRj foi a mais utilizada no Twitter Brasil à noite. Radicais quebraram imagens santas e houve discussões com fiéis da JMJ. Henrique Coelho Do G1 Rio
Desentendimentos entre fiéis e manifestantes da Jornada Mundial da Juventude marcaram o ato (Foto: Silva Izquierdo/AP Photo) Movimento foi o mais comentado em rede social brasileira à noite (Foto: Tasso Marcelo/AFP Photo) A Marcha das Vadias do Rio de Janeiro, em seu terceiro ano consecutivo, reuniu cerca de mil manifestantes na orla carioca, na tarde deste sábado (27), e causou alvoroço nas redes sociais, assumindo a liderança dos trending topics do Twitter no Brasil no início da noite. O grupo saiu às 15h20 de Copacabana pela Avenida Atlântica e foi até Ipanema, pela Avenida Vieira Souto, pedindo a legalização do aborto e o fim da violência sexual. Por volta das 19h, diminuto, o grupo voltou à Copacabana. Duas horas depois, pelo segundo dia seguido, …

New Energy

Business Services De todas as suas escolhas energéticas, nenhuma empresa trabalha duro para você. Se você executar um restaurante de quatro mesa, em Nova Jersey, uma refinaria de petróleo no Texas, ou de uma cidade em Ohio, você é o nosso relacionamento mais importante. Se você está procurando serviços de energia elétrica no Texas, por favor visite reliant.com .
Eletricidade Retail


Grandes Empresas NRG clientes 

AccountConnect
gestão de contas e ferramentas on-linelogon
Temos a profundidade de conhecimento e amplitude de recursos para adaptar nossos produtos e serviços de forma rápida evolução das condições de mercado, ambientes regulatórios para suas novas necessidades operacionais. Saiba mais

Pequenas e Médias Empresas Se você é um empresário individual sem empregados ou uma empresa com 100 funcionários, entendemos que um tamanho não serve para todos quando se trata de satisfazer as suas necessidades de energia elétrica. Temos planos flexíveis para atender a sua empresa e seu orçamento. Sa…

6) Um passatempo muito popular é construir castelos de cartas como se pode ver na imagem. Este castelo tem 3 andares e necessitou de 15 cartas para ser formado. Joana inventou uma fórmula que ela acredita que fornece o número de cartas em função do número de andares. Supondo que a fórmula de Joana esteja certa, calcule quantas cartas tem uma pilha de 10 andares. Fórmula de Joana: C = n (3n + 1)/2, onde n é o número de andares

6) Um passatempo muito popular é construir castelos de cartas como se pode ver na imagem. Este castelo tem 3 andares e necessitou de 15 cartas para ser formado. Joana inventou uma fórmula que ela acredita que fornece o número de cartas em função do número de andares. Supondo que a fórmula de Joana esteja certa, calcule quantas cartas tem uma pilha de 10 andares.

Fórmula de Joana: C = n (3n + 1)/2, onde n é o número de andares
Assim n = 10
C = 10 (3*10 +1)/2
C = 10*(31)/2
C = 310/2
C = 155 cartas

Janildo da Silva Arantes

5) (x² -2x-3) * (-x² -3x+4)≥0

5) (x² -2x-3) * (-x² -3x+4)≥0 Resolvamos por partes para termos o estudo dos sinais;
Primeira equação: x² -2x-3 = 0 a=1 b=2 c=-3
Passemos a calcular o discriminante ∆=4 +12 ∆=16 √∆=4 x’=(2+4)/2 = 3 x’=(2-4)/2 = -1
a > 0 indica concavidade da parábola voltada para baixo


       +        -1             3           ---------------0--------------0----------                           -

======================================== Segunda equação: a=-1 b=-3 c=4 -x² -3x +4 = 0 ∆=9-4*(-1)*4 ∆=9+16 ∆=25
√∆=5 x’=(3+5)/(-2) = 8/2 =- 4 x’=(3-5)/(-2) = -2/2 = 1
a < 0 indica concavidade da parábola voltada para cima


-        -4                        1         - ---------------0--------------0----------

4) Considere a função f do 2º grau, em que f(0)=5, f(1)=3 e f(-1)=1. Escrever a lei de formação dessa função, ou seja, escreva na forma ax²+bx+c e em seguida encontre o valor de f(10).

4) Considere a função f do 2º grau, em que f(0)=5, f(1)=3 e f(-1)=1. Escrever a lei de formação dessa função, ou seja, escreva na forma ax²+bx+c e em seguida encontre o valor de f(10).
a) f(10)=65

b) f(10)=35

c) f(10)=-285

d) f(10)=-35

e) f(10)=10 =========================================== A função é do tipo f(x) = ax² + bx + c

f(0) = c = 5 è c = 5
f(1) = a + b + c = 3
f(-1) = a - b + c = 1 ============================================
a + b = 3 - c = a+ b=  3 - 5
a+b= -2
a - b + c= 1 a + b = 1- c a –b = 1 - 5 = a-b= -4
=================================================================================

Temos o sistema:

a+b= -2 a-b= -4





Pelo método da adição
a+b= -2

3) O dono de uma marcenaria, que fabrica certo tipo de armário, sabe que o número de armários N que ele pode fabricar por mês depende do número x de funcionários trabalhando na mercearia, e essa dependência é dada pela função N(x) = x²+2x. Qual é o número de empregados necessários para fabricar 168 armários em um mês?

3) O dono de uma marcenaria, que fabrica certo tipo de armário, sabe que o número de armários N que ele pode fabricar por mês depende do número x de funcionários trabalhando na mercearia, e essa dependência é dada pela função N(x) = x²+2x. Qual é o número de empregados necessários para fabricar 168 armários em um mês?
N (x) = x² +2x

Olá, Aluno!

Temos aqui que o número de armários fabricados são 168 peças
Assim
168 = x² + 2x.
Logo,
x² + 2x - 168 = 0
Calculemos o discriminante
Δ = 2² - 4(-168) = 4 + 672 = 676
=============
√Δ = √676 = 26 ~~~~~> Valor da raiz do discriminante =============
Agora, calculemos as raízes de nossa equação.

x = (-2±26)/2 
x' = (-2+26)/2 = 24/2 = 12 empregados ~~~> resposta

x" = (-2-26)/2 = -28/2 = -14 → desprezemos este valor, pois 
devemos ter x>0

================================================
Resposta: O número de empregados necessários será igual a 12. ================================================

Janildo da Silva Arante

2) Na confecção de certo produto, a fabrica MGO Ltda. tem um custo fixo de R$100.000,00 e mais um custo de R$ 50,00 por unidade produzida.

a)Qual é a fórmula do custo y ( em reais ) para produzir x unidades ?

*b)Qual é o custo para produzir 10.000 unidades?

c)Se na venda de 10.000 unidades a MGO deseja ter um lucro de R$500.000,00 qual deve ser o preço de venda de cada unidade ?
Passemos a resolver a questão
Na confecção de certo produto, a fabrica MGO Ltda. tem um custo fixo de R$100.000,00 e mais um custo de R$ 50,00 por unidade produzida.

a) Qual é a fórmula do custo y ( em reais ) para produzir x unidades?

y = 100.000 + 50x, sendo x= unidades produzidas
y = 100.000 + 50x ~~~> resposta

=====================================
b)Qual é o custo para produzir 10.000 unidades ?

Equação:  y = 100.000 + 50x para x = 10.000 unidades
Substitua x por 10.000 na Fórmula.

Equação: y = 100.000 + 50*10.000
y = 100.000 + 500.000
y = 600.000
y = R$ 600.000,00 ~~~> Resposta ========================================
c)Se na venda de 10.000 unidades a MGO deseja ter um lucro de R$500.000,00 qual deve ser o preço de venda de cada unidade ?

R$ 600.000,00…

1) (PUC) O lucro de uma empresa imobiliária, em um certo período de tempo, é dado em milhões de reais por L(x) =5.(x-4).(8-x), onde x representa o número de lotes vendidos. Para que a empresa tenha lucro máximo, o número de lotes vendidos nesse período deve ser igual a:

O lucro de uma empresa imobiliária, em um certo período de tempo, é dado em milhões de
reais por L(x) =5.(x-4).(8-x), onde x representa o número de lotes vendidos. Para que a empresa
tenha lucro máximo, o número de lotes vendidos nesse período deve ser igual a:

A) 2
B) 3
C) 6
D) 7
E) 8


Temos a equação do lucro  L(x) =5.(x-4).(8-x), 

Agora é só proceder a multiplicação L(x) =5 * (8x –x² -32 + 4x) L(x) =5 * (–x² +12x  -32 ) L(x) = 40x -5x² - 160 +20x
L(x) = -5x² +60x - 160  Já temos a equação do segundo grau (completa). Agora é só utilizar a fórmula de Bhaskara

Anotemos os coeficientes a=-5 b=60 c=-160 Passemos a calcular o discriminante - ∆ (delta)

∆ = -b² - 4.a.c
∆ = (-60)² -4 (-5) (-160)
∆= 3600 – 3200
∆= 400

Lucro máximo L(X) = -delta / 4ª
L(X) = -400 / 4. (-5)
L(X) = -400 / -20
L(X) = 20 L(X)= R$ 20,00

Se L(X) = 20 temos que:
L(x) = -5x² +60x - 160 
-5x² +60x - 160 = 20
-5x² +60x - 180 = 0

Calcular delta e fórmula de Bhaskara pra achar valor de X:
∆= -b² - 4.a.c
∆ = (-60)²