CARABINA CT .40, CONHEÇA UM POUCO DESSE ARMAMENTO - fonte: abordagem policial e bo de stive

CARABINA CT .40, CONHEÇA UM POUCO DESSE ARMAMENTO 



Com a filosofia de guerra que sempre norteou as políticas de segurança pública no Brasil, os armamentos utilizados nunca fugiram muito desse princípio. Uma prova disso é a quantidade de fuzis utilizados na II Guerra Mundial ainda em posse das polícias militares brasileiras, todos eles herdados das Forças Armadas.


Surgida a necessidade dum armamento mais adequado para o uso urbano das forças policiais, aliado à exigência de razoáveis precisão e alcance, as Forjas Taurus lançaram no Brasil a Carabina CT-40, no consensual calibre .40, perfeito e preferido para o uso policial.

A CT 40 trabalha em regime exclusivamente semi-automático. Trata-se de uma arma leve e de fácil manejo, além de possuir um recuo mínimo – bem parecido com uma arma de pressão. Vejam as especificações técnicas da Carabina Taurus calibre .40:


Calibre: .40

Cano: 410mm
Coronha: fixa ou dobrável
Comprimento: 883 mm
Peso: sem carregador 3,230g com carregador completo (10 tiros) 3,490g
N° de raias: 06 à direita
Método de funcionamento: Blowback
Percursor: flutuante
Alimentação: carregador
Ejeção: Abertura lateral direita
Massa de mira: regulável em altura
Alça de mira: tambor regulável, aberto para 50m. Orificio para 100 e 150m
Capacidade dos carregadores: opção para 10, 15 ou 30 cartuchos
Ferrolho: aberto após o último disparo
Funcionamento: semi-automático
Opcionais: carregador 30 e 10 cartuchos, suporte luneta, luneta.



Poderá também gostar de:

Com a filosofia de guerra que sempre norteou as políticas de segurança pública no Brasil, os armamentos utilizados nunca fugiram muito desse princípio. Uma prova disso é a quantidade de fuzis utilizados na II Guerra Mundial ainda em posse das polícias militares brasileiras, todos eles herdados das Forças Armadas.


Surgida a necessidade dum armamento mais adequado para o uso urbano das forças policiais, aliado à exigência de razoáveis precisão e alcance, as Forjas Taurus lançaram no Brasil a Carabina CT-40, no consensual calibre .40, perfeito e preferido para o uso policial.

A CT 40 trabalha em regime exclusivamente semi-automático. Trata-se de uma arma leve e de fácil manejo, além de possuir um recuo mínimo – bem parecido com uma arma de pressão. Vejam as especificações técnicas da Carabina Taurus calibre .40:

Calibre: .40

Cano: 410mm
Coronha: fixa ou dobrável
Comprimento: 883 mm
Peso: sem carregador 3,230g com carregador completo (10 tiros) 3,490g
N° de raias: 06 à direita
Método de funcionamento: Blowback
Percursor: flutuante
Alimentação: carregador
Ejeção: Abertura lateral direita
Massa de mira: regulável em altura
Alça de mira: tambor regulável, aberto para 50m. Orificio para 100 e 150m
Capacidade dos carregadores: opção para 10, 15 ou 30 cartuchos
Ferrolho: aberto após o último disparo
Funcionamento: semi-automático
Opcionais: carregador 30 e 10 cartuchos, suporte luneta, luneta.


http://abordagempolicial.com/2010/05/especial-armas-de-fogo-%E2%80%93-metralhadora-mt-40-taurus/#.VC_uu_n0DEE


Home  »  Armas de Fogo   »   Especial Armas de Fogo – Metralhadora MT 40 Taurus Especial Armas de Fogo – Metralhadora MT 40 TaurusCategoria: Armas de Fogo | Autor: Danillo Ferreira em maio 26, 2010 Caríssimos leitores do Especial Armas de Fogo: a partir de hoje, vamos abordar as características das armas comumente utilizadas pelas polícias brasileiras, no intuito de familiarizar os policiais com os instrumentos do nosso dia-a-dia, trazendo pequenos esclarecimentos técnicos que possam ajudar o profissional de segurança pública a decidir por qual armamento utilizar no serviço (se isso for possível), além de curiosidades sobre essas armas. Começaremos pelas armas da empresa Taurus, fábrica nacional de armas de fogo, grande líder do mercado nacional, fornecedora de armamento para praticamente todas as polícias brasileiras, principalmente por causa das restrições legais à compra de armamento importado existentes no Brasil. Hoje a arma escolhida é a Metralhadora Taurus MT 40 FAMAE: A Metralhadora MT 40 é uma arma projetada pela indústria chilena FAMAE, em 1996, que passou a ser produzida no Brasil através de uma parceria entre a Taurus e aquela empresa. A novidade que a Taurus implementou por aqui foi a utilização do calibre .40, mais adequado à atividade policial que o original, também produzido no Brasil, o 9mm. A MT 40 possui três modos de operação: semi-automático, intermitente e automático, sendo este último pouco utilizado principalmente por causa da alta cadência de tiro (1200 por minuto), inviabilizando a estabilidade do armamento, conforme bem diz o Campo de Batalha Terrestre: A tendência atual nessa classe de armamento é a de cadencia de tiro menores na faixa dos 550 a 600 tiros por minuto para se evitar o desperdício de munição e tornar mais controlável o disparo em regime automático. Leia mais no Campo de Batalha Terrestre Abaixo, a ficha técnica da Metralhadora MT 40 FAMAE: - Calibre: .40; – Peso: 2,995kg sem carregador, 3,705kg com carregador; – Comprimento do Cano: 200mm; – Comprimento Total: coronha estendida, 677mm, coronha dobrada 421m; – Sistema de operação: Blowback; – Calibre: 40 S&W; – Velocidade na Boca do Cano: 300 m/seg (40); – Cadência de tiro: 1200 tiros/min; – Capacidade: 30 tiros. Veja um vídeo da MT 40 em atuação: Abaixo, mais um vídeo, dessa vez mostrando um problema possível neste tipo de arma, provavelmente devido a um travamento no percursor, que não realizou o recuo necessário após o disparo: Espero que o post tenha sido suficientemente provocador de discussões em torno do equipamento, de modo que cada policial possa dar seu testemunho e opinião sobre o armamento. O Especial Armas de Fogo é uma série de posts publicados sempre nas terças-feiras, tratando do mundo das armas de fogo e do tiro policial. Caso você tenha sugestões, mande um email para abordagempolicial@gmail.comdieta para emagrecer