Pular para o conteúdo principal

EMERGÊNCIA PRÉ-HOSPITALAR

EMERGÊNCIA PRÉ-HOSPITALAR



Artigo por Colunista Portal - Educação - sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012


Urgência é onde não há risco iminente de morte
Urgência é onde não há risco iminente de morte
Vamos iniciar a sequência de atendimento seguindo os elos da “Corrente da Sobrevida”


1º Elo: Acesso rápido (Análise)

Análise da cena do evento: cuidado com a segurança, primeiramente sempre do socorrista, em segundo da equipe de resgate a qual ela está integrada e em terceiro o público que está observando e finalmente a vítima (esta regra nunca deve ser quebrada).

Observe o que aconteceu no local, se este local não está seguro, quantas vítimas são e quais órgãos públicos precisam ser acionados (Bombeiros, Polícia Militar, etc.).

Acionar socorro especializado – ligue para o sistema de emergência da sua cidade, identifique-se, fale tranquilamente o que está acontecendo, descreva com detalhes o evento.

2º Elo: Abordagem da vítima

Na abordagem da vítima deve-se sempre ter certeza em que não trará risco a sua segurança, deve ser feita da seguinte maneira. Nunca se aproxime da vítima fora da área de visão dela, sempre coloque um joelho no chão, e ambas as mãos nos ombros da vítima, não olhe diretamente para a face da vítima e pergunte “você está me ouvindo”. Verificação da responsividade: A – alerta, V- responde a estímulos verbais (a verbalização é sua), D – responde aos estímulos Dolorosos (fricção no osso esterno) e I – inconsciente ( não responde a nenhum estímulo).

VÍTIMA INCONSCIENTE, ATÉ PROVA EM CONTRÁRIO, É ÓBITO. Prova em contrário é a checagem dos sinais vitais.

CHECAGEM DOS SINAIS VITAIS

VER/OUVIR/SENTIR

Respiração 

Geralmente usa-se o dorso da mão ou a face para senti-la

Pulso

No carotídeo (em adultos e crianças)

Temperatura

Precisa-se de instrumental específico (não checamos)

ABC da vida (checagem)

A - Abertura das vias aéreas, com controle da região cervical

Problemas:

Controle Cervical: lesão à região cervical e Obstrução das vias aéreas: queda da língua, principal causa de obstrução de VA e campo estranho. 

Solução: 

A – Abertura das vias aéreas com controle cervical

Estabilização da região é fundamental para toda vítima de trauma, tendo como preferência a estabilização manual. Podendo utilizar como imobilizador auxiliar o colar cervical, ao qual deve ser de tamanho compatível com a vítima.

Hiperextensão da cabeça é a melhor manobra para abertura de vias aéreas, porém em vítimas de trauma esse método é contra-indicado.

Elevação da mandíbula é uma boa opção para abertura de vias aéreas.

Manobra de Helmlich é somente para obstrução por corpo estranho.

Posição de recuperação para vítimas inconsciente com pulso e sem trauma.

Ventilação (Avaliação)

Problema:

Parada respiratória e dificuldade respiratória.

Solução: 

B – Boa Ventilação:

Se a vítima estiver respirando espontaneamente a administração de oxigênio é prioridade.

Vítima em parada ventilatória necessita de ventilação imediata, realize a etapa “A” e inicie a ventilação de resgate (boca-a-boca), e sempre com algum dispositivo de proteção.

C – Circulação

Problema: 

Ausência de pulso central e hemorragias.

Solução: 

C – circulação

Se a vítima não estiver com pulso central (Carotídeo), realizar compressão torácica após ter realizado as etapas “A” e “B”. 

Se a vítima com pulso central (carotídeo), parar todas as grandes hemorragias, e se possível colocar vítima em posição de “Choque” (membros inferiores elevados a 30 cm do solo).



Fonte: PORTAL EDUCAÇÃO - Cursos Online : Mais de 1000 cursos online com certificado 


http://www.portaleducacao.com.br/enfermagem/artigos/10758/emergencia-pre-hospitalar#!1





https://www.youtube.com/watch?v=7u_xxzoGsgs


Postagens mais visitadas deste blog

Canções para TFM

DEMÔNIOS CAMUFLADOS DEMÔNIOS CAMUFLADOS VÃO SAIR DA ESCURIDÃO,
SENTINELA ENSANGUENTADO VAI ROLANDO PELO CHÃO,
E PERGUNTEM DE ONDE VENHO, VENHO DA ESCURIDÃO,
TRAGO A MORTE, O DESESPERO E A TOTAL DESTRUIÇÃO.
ARMADILHAS CAMUFLADAS, ACIONADORES DE TRAÇÃO,
QUEM VIER ATRAS DE MIM SÓ VAI OUVIR A EXPLOSÃO(CABUM)
SANGUE FRIO EM MINHAS VEIAS CONGELOU MEU CORAÇÃO
NÓS GOSTAMOS DE EXPLOSIVOS NOSSO LEMA É VIBRAÇÃO.
QUEM ÉS TU? QUEM ÉS TU?
QUE DESCE DO CÉU!
COM ASAS DE PRATA POR SOBE O BRASIL!
GUERREIRO ALADO, QUE NÃO SENTE DOR!
PARAQUEDISTA, COMANF, MERGULHADOR!
A SUA MISSÃO É DESTRUIR
A TROPA INIMIGA QUE TENTA INVADIR

CORRIDINHA MIXURUCA CORRIDINHA MIXURUCA,
QUE NÃO DÁ NEM PARA CANÇAR.
NESSE PASSO, NESSE PASSO,
VOLTA AO MUNDO EU VOU DAR.
NESSE PASSO, NESSE PASSO
TODOS JUNTOS VÃO CHEGAR.
E SE ALGUÉM NÃO AGUENTAR,
EU VOU TER QUE ARRASTAR.
E SE O ARRASTO ME MATAR, PODES CRER TU VAI FICA
VAI FICAR NA MÃO DE OUTRO – ATÉ EU ME RECUPERAR.
POIS NESSE PASSO, NESSE PASSO,
MESMO MORTO VOU TE BUSCAR.




SALTITANDO, SALTI…

Canções Militares para o TFM.

Essas canções são usadas durante o Treinamento Físico Militar nas Forças Armadas, das Polícias Militares e Corpos de Bombeiros Militares.
Demônios Camuflados Demônios camuflados vão sair da escuridão,
sentinela ensanguentado vai rolando pelo chão,
e perguntem de onde venho, venho da escuridão,
trago a morte, o desespero e a total destruição.
Armadilhas camufladas, acionadores de tração,
Quem vier atras de mim só vai ouvir a explosão(Cabum)
Sangue frio em minhas veias congelou meu coração
Nós gostamos de explosivos nosso lema é vibração.
Quem és Tu? Quem és tu?
Que desce do céu!
Com asas de prata por sobe o Brasil!
Guerreiro alado, que não sente dor!
Paraquedista, Comanf, Mergulhador!
A sua missão é destruir
A tropa inimiga que tenta invadir

Corridinha Mixuruca Corridinha mixuruca,
que não dá nem para cançar.
Nesse passo, nesse passo,
Volta ao mundo eu vou dar.
Nesse passo, nesse passo
Todos juntos vão chegar.
E se alguém não aguentar,
Eu vou ter que arrastar.
E se o arrasto me matar, podes c…

Termodinâmica

Termodinâmica