Pular para o conteúdo principal

Gestor do Fórum LGBT Potiguar cobra mais igualdade nas investigações criminais


Segundo Wilson Dantas, baixa renda determina rigor nas apurações; em 2014, doze homossexuais foram mortos

65i8i5tjti
Diante da velocidade na investigação da morte do estudante Máximo Augustos, com fatos novos a cada turno do dia, Wilson Dantas Sobrinho, coordenador do Fórum LGBT Potiguar, pensa na resposta à família da vítima, mas se sente obrigado a lembrar de que no ano passado outras doze ficaram sem saber o que aconteceu com seus filhos. “Todo ser humano tem seu valor, seja gay, negro, pobre, hetero, qualquer um. Mas quando é um homossexual de baixa renda, ninguém quer saber”.
Wilson é organizador da Parada Gay de Natal. Ele revela números e acusa diferença de empenho da polícia civil para desvelar assassinatos outros, com os 32 de 2007, segundo afirma, o recorde no Estado. “Desse aí, até hoje, poucos foram solucionados. Claro que a polícia tem que descobrir quem matou Máximo. Mas essa repercussão toda, essa dedicação até da secretária Kalina [Kalina Leite, secretária de segurança pública do RN], só está acontecendo porque ele é de uma família de bom poder aquisitivo, com amigos importantes, na imprensa, em todo canto”.
No Brasil mata-se um homossexual a cada 28 horas, segundo o Grupo Gay da Bahia. A maioria no Nordeste. “Aqui nós temos uma sociedade machista, patriarcal, preconceituosa e muito homofóbica. Vejo muito político aparecer na Parada Gay, dizer que vai trabalhar em prol da nossa causa, mas que nunca fez nada. O Rio Grande do Norte é o único Estado do país que não tem uma coordenadoria da diversidade sexual. Tem para mulher, idoso, criança, menos para gay”.
Ao destacar a importância da imprensa na denúncia e cobrança por celeridade na investigação dos casos, Wilson volta a citar o drama existencial de quem assume a sexualidade de uma minoria. “Muitos homossexuais acabam vivendo sua vida no armário, escondidos, para evitar tanta exposição e vergonha. Quantos homossexuais e travestis são assassinados e ninguém faz nada? Poucos casos são encaminhados ao Judiciário e a imensa maioria nem é elucidado. Gay não dá voto. Entra governo, sai governo e o quadro é o mesmo, de homofobia velada. Somos tratados como cidadãos de terceira categoria”.
http://jornaldehoje.com.br/coordenador-forum-lgbt-potiguar-questiona-diferenca-de-empenho-nas-investigacoes-na-morte-de-homossexuais/

Postagens mais visitadas deste blog

Canções para TFM

DEMÔNIOS CAMUFLADOS DEMÔNIOS CAMUFLADOS VÃO SAIR DA ESCURIDÃO,
SENTINELA ENSANGUENTADO VAI ROLANDO PELO CHÃO,
E PERGUNTEM DE ONDE VENHO, VENHO DA ESCURIDÃO,
TRAGO A MORTE, O DESESPERO E A TOTAL DESTRUIÇÃO.
ARMADILHAS CAMUFLADAS, ACIONADORES DE TRAÇÃO,
QUEM VIER ATRAS DE MIM SÓ VAI OUVIR A EXPLOSÃO(CABUM)
SANGUE FRIO EM MINHAS VEIAS CONGELOU MEU CORAÇÃO
NÓS GOSTAMOS DE EXPLOSIVOS NOSSO LEMA É VIBRAÇÃO.
QUEM ÉS TU? QUEM ÉS TU?
QUE DESCE DO CÉU!
COM ASAS DE PRATA POR SOBE O BRASIL!
GUERREIRO ALADO, QUE NÃO SENTE DOR!
PARAQUEDISTA, COMANF, MERGULHADOR!
A SUA MISSÃO É DESTRUIR
A TROPA INIMIGA QUE TENTA INVADIR

CORRIDINHA MIXURUCA CORRIDINHA MIXURUCA,
QUE NÃO DÁ NEM PARA CANÇAR.
NESSE PASSO, NESSE PASSO,
VOLTA AO MUNDO EU VOU DAR.
NESSE PASSO, NESSE PASSO
TODOS JUNTOS VÃO CHEGAR.
E SE ALGUÉM NÃO AGUENTAR,
EU VOU TER QUE ARRASTAR.
E SE O ARRASTO ME MATAR, PODES CRER TU VAI FICA
VAI FICAR NA MÃO DE OUTRO – ATÉ EU ME RECUPERAR.
POIS NESSE PASSO, NESSE PASSO,
MESMO MORTO VOU TE BUSCAR.




SALTITANDO, SALTI…

Canções Militares para o TFM.

Essas canções são usadas durante o Treinamento Físico Militar nas Forças Armadas, das Polícias Militares e Corpos de Bombeiros Militares.
Demônios Camuflados Demônios camuflados vão sair da escuridão,
sentinela ensanguentado vai rolando pelo chão,
e perguntem de onde venho, venho da escuridão,
trago a morte, o desespero e a total destruição.
Armadilhas camufladas, acionadores de tração,
Quem vier atras de mim só vai ouvir a explosão(Cabum)
Sangue frio em minhas veias congelou meu coração
Nós gostamos de explosivos nosso lema é vibração.
Quem és Tu? Quem és tu?
Que desce do céu!
Com asas de prata por sobe o Brasil!
Guerreiro alado, que não sente dor!
Paraquedista, Comanf, Mergulhador!
A sua missão é destruir
A tropa inimiga que tenta invadir

Corridinha Mixuruca Corridinha mixuruca,
que não dá nem para cançar.
Nesse passo, nesse passo,
Volta ao mundo eu vou dar.
Nesse passo, nesse passo
Todos juntos vão chegar.
E se alguém não aguentar,
Eu vou ter que arrastar.
E se o arrasto me matar, podes c…

Termodinâmica

Termodinâmica