Homem que matou menina de 12 anos e jogou o corpo no cacimbão é julgado hoje


Crime chocou a sociedade potiguar pela crueldade; Caso haja condenação, o réu deve pegar de 12 a 30 anos de prisão em regime fechado

ILKUIOLT

Acontece nesta terça-feira, em Areia Branca, o julgamento do caseiro Poliano Cantarelle Fernandes Lacerda, de 38 anos, réu confesso da morte da criança Cinthia Lívia, em julho de 2012, em Tibau, no litoral do Oeste Potiguar. Na época, a menina tinha apenas 12 anos de idade e foi encontrada morta dentro de um cacimbão em uma residência, na Praia das Emanuelas.
thej56uh54
Na época em que foi preso, Poliano Cantarelle confessou que matou a menina e jogou o corpo dentro do cacimbão, porque ela se negou a ter relações sexuais com ele. Contudo, disse também que o crime teria sido motivado por vingança contra a mãe e uma das irmãs da vítima.
uyki87oi
Cantarelle foi indiciado por estupro seguido de homicídio. Caso haja condenação, o réu deve pegar de 12 a 30 anos de prisão em regime fechado. Desde o crime, ele permanece preso na Cadeia Pública de Mossoró. O Julgamento contará com um forte esquema de segurança.
uykoy7uo6eio



Fonte: Com informações de Fim da Linha e Jornal De Fato

http://jornaldehoje.com.br/homem-que-matou-menina-de-12-anos-e-jogou-o-corpo-cacimbao-e-julgado-hoje/