Pai que mantinha filha de 6 anos presa em gaiola eletrificada é indiciado por tortura no RJ


Vizinhos denunciaram homem que também deixava crianças sem comida



Do R7
Jeferson Antônio da Silva construiu gaiola para torturar filhaReprodução/Rede Record
Um homem de 28 anos é suspeito de manter a filha de seis anos presa em uma gaiola eletrificada em Imbariê, no município de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. Jeferson Antônio da Silva foi preso após ser denunciado por uma vizinha que descobriu as torturas que a menina sofria.
A gaiola que tinha 1,2 m de altura e 0,60 m de largura foi construída pelo suspeito, que também ligava o objeto na rede elétrica para dar choques na criança caso ela tentasse fugir. Segundo Marcos Santana, titular da delegacia de Imbariê (62ª DP), Silva chegava a chutar a gaiola para que a menina levasse os choques.
Jeferson da Silva foi indiciado pelos crimes de tortura, cárcere privado e lesão corporal. Quando os agentes chegaram à casa onde o suspeito morava, a gaiola estava em um quarto escuro, coberta por um pano e sem ventilação.
A criança foi resgatada com ferimentos pelo corpo.  Segundo vizinhos, o irmão da menina também sofria os mesmos castigos.
Uma vizinha que morava ao lado, diz que ouvia todos os dias a criança chorando e apanhando violentamente do pai. Carla Patrícia denunciou o suspeito após a própria menina mostrar uma foto da jaula para ela. A educadora também disse que as vítimas também eram mantidas sem comida.
—Uma e pouca da manhã a menina vinha: ‘tia, me dá uma banana porque eu estou com fome’. Aquilo me machucou muito. Ele disse que de vez em quando privava as crianças de alimentação.