Pular para o conteúdo principal

do G1 Motorista de caminhão sem habilitação avança sinal fechado e mata motociclista em Natal

Motorista de caminhão sem habilitação avança sinal fechado e mata motociclista em Natal

Acidente aconteceu na manhã deste sábado (08) no cruzamento das avenidas Prudente de Morais com Antônio Basílio; um casal ficou ferido.



Após avançar sinal fechado e atingir duas motocicletas, caminhão bateu em um poste (Foto: Ítalo Di Lucena/Inter TV Cabugi )
Após avançar sinal fechado e atingir duas motocicletas, caminhão bateu em um poste (Foto: Ítalo Di Lucena/Inter TV Cabugi )
Após avançar sinal fechado e atingir duas motocicletas, caminhão bateu em um poste (Foto: Ítalo Di Lucena/Inter TV Cabugi )
Um caminhão avançou um sinal fechado e atingiu duas motocicletas na manhã deste sábado (8) no cruzamento das avenidas Prudente de Morais com a Antônio Basílio, no bairro de Lagoa Nova, Zona Sul de Natal. Um dos motociclistas, um homem identificado como Francisco Robério Bezerra, de 51 anos, morreu na hora. Na outra moto estava um casal, que ficou ferido e foi atendido por socorristas do Samu. O motorista do caminhão, que não tem habilitação, foi levado para a Delegacia de Plantão.
Em contato com o G1, o subtenente Ronaldo de Oliveira, do Comando de Policiamento Rodoviário Estadual informou que o acidente aconteceu por volta das 6h50. “Após cruzar o sinal fechado e atingir as duas motocicletas, o veículo ainda bateu de frente com um poste, que ficou danificado”, acrescentou.
O condutor do caminhão falou com a Inter TV Cabugi. Gilmar da Silva, de 54 anos, admitiu que não tem carteira de motorista, mas que mesmo assim dirige fazendo fretes há mais de 30 anos. Ele disse que estava colado atrás de um ônibus e que não viu o sinal ficar vermelho.
Gilmar foi levado para a Delegacia de Plantão da Zona Sul, onde foi autuado. O G1 tentou contato com o delegado plantonistas, mas as ligações não foram atendidas.

http://g1.globo.com/rn/rio-grande-do-norte/noticia/motorista-de-caminhao-avanca-sinal-fechado-bate-em-duas-motocicletas-e-mata-um-homem-em-natal.ghtml

Postagens mais visitadas deste blog

Canções para TFM

DEMÔNIOS CAMUFLADOS DEMÔNIOS CAMUFLADOS VÃO SAIR DA ESCURIDÃO,
SENTINELA ENSANGUENTADO VAI ROLANDO PELO CHÃO,
E PERGUNTEM DE ONDE VENHO, VENHO DA ESCURIDÃO,
TRAGO A MORTE, O DESESPERO E A TOTAL DESTRUIÇÃO.
ARMADILHAS CAMUFLADAS, ACIONADORES DE TRAÇÃO,
QUEM VIER ATRAS DE MIM SÓ VAI OUVIR A EXPLOSÃO(CABUM)
SANGUE FRIO EM MINHAS VEIAS CONGELOU MEU CORAÇÃO
NÓS GOSTAMOS DE EXPLOSIVOS NOSSO LEMA É VIBRAÇÃO.
QUEM ÉS TU? QUEM ÉS TU?
QUE DESCE DO CÉU!
COM ASAS DE PRATA POR SOBE O BRASIL!
GUERREIRO ALADO, QUE NÃO SENTE DOR!
PARAQUEDISTA, COMANF, MERGULHADOR!
A SUA MISSÃO É DESTRUIR
A TROPA INIMIGA QUE TENTA INVADIR

CORRIDINHA MIXURUCA CORRIDINHA MIXURUCA,
QUE NÃO DÁ NEM PARA CANÇAR.
NESSE PASSO, NESSE PASSO,
VOLTA AO MUNDO EU VOU DAR.
NESSE PASSO, NESSE PASSO
TODOS JUNTOS VÃO CHEGAR.
E SE ALGUÉM NÃO AGUENTAR,
EU VOU TER QUE ARRASTAR.
E SE O ARRASTO ME MATAR, PODES CRER TU VAI FICA
VAI FICAR NA MÃO DE OUTRO – ATÉ EU ME RECUPERAR.
POIS NESSE PASSO, NESSE PASSO,
MESMO MORTO VOU TE BUSCAR.




SALTITANDO, SALTI…

Canções Militares para o TFM.

Essas canções são usadas durante o Treinamento Físico Militar nas Forças Armadas, das Polícias Militares e Corpos de Bombeiros Militares.
Demônios Camuflados Demônios camuflados vão sair da escuridão,
sentinela ensanguentado vai rolando pelo chão,
e perguntem de onde venho, venho da escuridão,
trago a morte, o desespero e a total destruição.
Armadilhas camufladas, acionadores de tração,
Quem vier atras de mim só vai ouvir a explosão(Cabum)
Sangue frio em minhas veias congelou meu coração
Nós gostamos de explosivos nosso lema é vibração.
Quem és Tu? Quem és tu?
Que desce do céu!
Com asas de prata por sobe o Brasil!
Guerreiro alado, que não sente dor!
Paraquedista, Comanf, Mergulhador!
A sua missão é destruir
A tropa inimiga que tenta invadir

Corridinha Mixuruca Corridinha mixuruca,
que não dá nem para cançar.
Nesse passo, nesse passo,
Volta ao mundo eu vou dar.
Nesse passo, nesse passo
Todos juntos vão chegar.
E se alguém não aguentar,
Eu vou ter que arrastar.
E se o arrasto me matar, podes c…

Termodinâmica

Termodinâmica