Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Maio 18, 2015

Restaurante nigeriano é fechado após polícia invadir local e descobrir que estabelecimento servia carne humana aos clientes

Um restaurante nigeriano foi fechado porque estava servindo carne humana a seus clientes.Os policiais foram avisados da suspeita por moradores que informaram que algo terrível estava acontecendo.

Ilustrador brasileiro coloca personagens da marvel contra manchete

Quem ai tem mais de 25 anos certamente cresceu assistindo aos clássicos da TV Manchete, que vão de Jaspion

Homem morre após cair de motocicleta

Acidente aconteceu na RN 015, que liga o município de Baraúna ao estado do Ceará.Rafael Araújo, 18 de maio de 2015 Um homem morreu ontem (17) após cair da mototcicleta na RN 015, estrada que liga o município de Baraúna ao estado do Ceará. De acordo com a polícia, Willame Fernandes do Nascimento se acidentou sozinho. A via onde aconteceu o acidente é escura e a pista é cheia de buracos. A vítima ainda chegou a ser socorrida, mas não resistiu aos ferimentos e morreu em uma unidade hospitalar de Baraúna. Pelo menos outros três acidentes já aconteceram nesta mesma via em uma semana.
http://www.nominuto.com/noticias/policia/homem-morre-apos-cair-de-motocicleta/125649/

Acusado de molestar criança é detido por guardas municipais na Praia do Forte

José Eugênio foi conduzido pela equipe de patrulhamento à Delegacia de Plantão.Da redação, 18 de maio de 2015
Agentes da Ronda Ostensiva da Guarda Municipal do Natal (Romu/GMN) detiveram na tarde de ontem (17) o desempregado José Eugênio de Medeiros, 49 anos, acusado de tentar molestar uma criança de nove anos de idade. A prisão foi realizada na Praia do Forte, zona Leste da capital.

Italiano preso sob acusação de tráfico de drogas morre dentro da cadeia em Natal‏

Uma denúncia anônima indicava que o homem usava o seu apartamento, em Ponta Negra, como ponto de venda de drogas

Cinco acusados de participação em grupo de extermínio em Natal irão a júri popular

Colegiado também decidiu manter as prisões preventivas impostas aos cinco acusados