terça-feira, 30 de março de 2010

Prefeitura do Natal realiza concurso para contratação de professores

Publicado anteriormente no dia 24 de março de 2010

Ao todo são oferecidas 139 vagas para professores, com convocação imediata pela Secretaria Municipal de Educação (SME).

Por Redação, com informações da Prefeitura do Natal
Arquivo Nominuto
Começam na próxima segunda-feira (29) as inscrições para o concurso público da rede municipal de educação de Natal. Ao todo são oferecias 139 vagas para professores, com convocação imediata pela Secretaria Municipal de Educação (SME).


As inscrições vão até o dia 13 de abril e poderão ser realizadas pela internet, no endereço eletrônico www.fundacaojoaodovale.com.br e na Microlins Lagoa Nova – na Avenida Prudente de Morais, n° 3446 – mediante o pagamento de taxa de R$ 60.

As provas serão aplicadas no dia 16 de maio, com a previsão para divulgação do resultado final fixada em 30 de junho. As 139 vagas são para os cargos de Professor N-1 (graduação) e N-2 (curso de especialização na área de conhecimento para qual se inscreveu ou área correlata), estão distribuídas entre Educação Física, Língua Inglesa,
Artes, Matemática, Ensino Religioso e Libras, tanto para intérprete como para tradutor.

O processo seletivo constará de prova objetiva, com questões de língua portuguesa e conhecimentos específicos da área de atuação, e prova de títulos. Em atendimento a Lei n° 1.299, de 28 de dezembro de 2004, será reservado 5% das vagas oferecidas a candidatos portadores de deficiência, de acordo com os critérios definidos no Artigo 4°, do Decreto Federal n.° 3.298, de 20 de dezembro de 1999, alterado pelo Decreto Federal n.° 5.296, de 02 de dezembro de 2004.

O concurso terá validade de dois anos, a contar da data de publicação de sua homologação, podendo ser prorrogado por igual período. As provas serão realizadas em Natal.

Confira o edital completo aqui.
http://www.nominuto.com/noticias/cidades/prefeitura-do-natal-realiza-concurso-para-contratacao-de-professores/49668/

Homem é executado em Nova Natal

Tribuna do Norte:Publicação: 30 de Março de 2010 às 17:42


Mais uma execução ocorreu em Natal. Por volta das 15h25 desta terça-feira (30), Jailson imperiano da Silva, de 31 anos, foi morto na rua dos Potiguares, em Nova Cidade, por um homem ainda não identificado. A vítima, de acordo com informações preliminares da Polícia Militar, já tinha condenações por furto de carros.

Segundo informações de populares, Jailson Imperiano foi abordado na rua por um homem gordo, de estatura mediana e de camiseta cinza, portando dois revólveres. Apesar do Itep ainda não ter chegado ao local, as informações são de que o algoz disparou à queima-roupa contra a vítima, que foi alvejado quatro vezes, no tórax, cabeça e braço, e morreu ainda no local.

Ainda de acordo com informações da população, o assassino, após o crime, correu em direção ao morro e entrou em um Ford Fiesta Preto, que não teve a placa identificada. A Polícia Militar saiu à procura do criminoso, mas até o momento não obteve êxito.

Concursos para TRT/RN e TJ/RN aquecem os cursinhos

Tribuna do Norte:Publicação: 30 de Março de 2010 às 00:00


A simples notícia da abertura de concursos públicos para a área jurídica, para o – Tribunal Regional do Trabalho 21ª Região e Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte – provocou uma corrida de candidatos aos cursos preparatórios em Natal.

Se 2009 foi o ano dos concursos na área de segurança – Polícias Federal, Civil, Rodoviária Federal e para agentes penitenciários -, 2010 poderá ser o ano dos concursos na área do Direito, válidos por quatro anos.

Por enquanto, segundo a assessoria de comunicação do TRT da 21ª Região, não há novidades em relação aos concursos – datas ou números de vagas a serem oferecidas. Sabe-se que o processo seletivo deverá contemplar outras vagas que surgirem durante sua vigência com a criação de sete novas Varas do Trabalho de Natal, Goianinha, Macau e Ceara-Mirim. Mas isso depende da aprovação do Projeto de Lei nº 5.547, que tramita no Congresso, prevendo a criação de 46 novos cargos.

Enquanto novidades não surgem, os cursinhos vão faturando com o crescimento vertiginoso no volume de matrículas, puxado pelos interessados na futuras vagas a serem ofertadas pela área jurídica.

Desde que o boom dos concursos públicos começou, em 2007, principalmente pelos bons salários, estabilidade e benefícios, uma mudança cultural se consolidou na cabeça dos candidatos, como explica o diretor de um dos maiores cursinhos preparatórios de Natal, Aldo Rocha Filho.

“Antigamente, as pessoas só começavam a estudar depois que saía o edital do concurso e, hoje, elas começam a preparação com dois anos de antecedência”.

A expectativa em torno de um concurso para o TRT é sempre grande. Ao ao contrário do TJ, que só oferece vagas para candidatos de nível superior, o Tribunal Regional do Trabalho oferece vagas também de nível médio para os cargos de Técnico Judiciário e Analista Judiciário.

O segmento de cursinhos preparatórios para concursos públicos cresce vertiginosamente no Brasil e hoje movimenta cerca de R$ 2 bilhões/ano. Estima-se que 5% da população brasileira estuda  neste momento para concurso público.

Essa conta ainda não existe no RN, que é um dos estados da Federação preferidos por “concurseiros” de todo o país. Já o mercado de Natal é bipolarizado, ou seja, está nas mãos de dois maiores concorrentes, pois os cursos menores não entram diretamente na disputa pelos concursos na área jurídica. No total, há quatro cursos preparatórios. Aqui, as mulheres já são mais de 60% das matrículas dos cursinhos preparatórios.

 Segundo Aldo Rocha Filho, diretor do IAP Cursos, o perfil dos alunos depende do edital do concurso almejado. A razão dessa procura espetacular é o salário médio do TRT: R$ 4,1 mil por mês para aprovados no nível médio e R$ 6,7 mil para o nível superior. 

Só no IAP há hoje 700 alunos inscritos desde o começo do ano só para o concurso do TRT. Novas turmas estão na agulha para serem abertas.

Professor aconselha candidatos

Marcelo de Barros Dantas, 33 anos, é professor de Direito Processual do Trabalho e Direito do Trabalho. Professor da Farn, ele ainda advoga quando dá tempo. Sua jornada de trabalho começa às 7h30m da manhã e vai até às 22:30. Se dependesse dele, não faria outra coisa, exceto dar aula. É o que gosta de fazer e, a julgar pelas turmas que vem acumulando, o faz bem.

Sempre que inicia uma turma nova, ele não se cansa de repetir que, para passar num concurso público, é preciso DOM:  Determinação, Organização e Metodologia. E justifica:  “Aprovação não cai do céu”.Determinação, para ele, é o tempo destinado ao estudo; Organização é a sequência das matérias a serem estudadas de acordo com os editais e Metodologia é o que orienta o professor na hora de passar o conteúdo das matérias.

“O cursinho entra justamente para dar a metodologia; Determinação e Organização ficam por conta do aluno”, acrescenta.

Foco

Há dois tipos de alunos nos cursinhos preparatórios – os que estudam e trabalham e os que só estudam. Entre os que trabalham e buscam concursos na área jurídica, há os que cursam ou são formados em Direito e, portanto, usam o cursinho como complemento. E há os que só estudam e, portanto, deveriam levar vantagem sobre aqueles que trabalham, pois têm (teoricamente) mais tempo disponível.

Não é o que acontece. Tudo depende da maneira com que cada um efetivamente usa o seu tempo. E o interesse dos candidatos de se aprofundarem em disciplinas extras.

No caso das provas na área do Direito, as matérias vão desde de Raciocínio Lógico e Português -  que não se ensinam na cadeira de Direito das faculdades.

“Há matérias como Direito Processual do Trabalho que produzem muita dificuldade nos alunos leigos”, diz o professor Marcelo Dantas.Outro problema frequente dos candidatos é a falta de “intimidade” com a língua portuguesa. “No caso das provas da área jurídica, o leigo, aquele que não tem muito contato com o mundo jurídico, precisa que alguém traduza muitas coisas do português para o brasileiro”, brinca o professor.

Dupla é presa tentando arrombar caixas eletrônicos

Eles foram detidos por seguranças do supermercado Nordestão, que os conduziram até a Polícia Federal.

Por Thyago Macedo

A assessoria de comunicação da PF informou que os dois homens estão sendo ouvidos agora pela manhã e serão autuados.

Como o supermercado está localizado bem próximo a agencia do Itaú, que foi alvo de criminosos no início da manhã desta terça-feira (30), a polícia também vai investigar se os dois homens têm ligação com esse crime.

De acordo com a polícia, os seguranças do supermercado além de levar a dupla de suspeito até a Polícia Federal também apresentou imagens do sistema interno de vigilância que podem comprovar a ação dos homens.
 http://www.nominuto.com/noticias/policia/dupla-e-presa-tentando-arrombar-caixas-eletronicos/50046/

Dupla armada rouba lotérica na Zona Norte

Após serem surpreendidos por vigilantes, os ladrões fugiram num carro que foi abandonado no Golandim.

Por Daniele Lisboa


Ao entrar na lotérica, eles renderam as pessoas e anunciaram o roubo. Quando a dupla estava saindo, foi surpreendida por vigilantes. Os bandidos atiraram contra eles. Ninguém foi ferido.

Em seguida, eles fugiram num carro Sandeiro de cor vermelha, que foi abandonado numa casa no bairro Golandim, que está sendo isolada pela polícia.

Segundo Capitão Silva, a suspeita é de que a residência seja de um dos assaltantes. Lá, foram encontradas uma bermuda e uma camisa encharcadas de sangue, que a polícia acredita ser de um dos ladrões, que deve ter se machucado durante a fuga.

De acordo com o chefe de Operações da Polícia Militar na capital, Major Alarico, policiais militares de Natal e São Gonçalo estão no local fazendo uma operação de cerco nas proximidades de onde o carro foi abandonado para localizar os bandidos.

http://www.nominuto.com/noticias/policia/dupla-armada-rouba-loterica-na-zona-norte/50063/
Mundo
Edição de terça-feira, 30 de março de 2010 
Vulcão // Itália sob ameaça de tsunami

O litoral sul da Itália corre risco de ser atingido por um tsunami, devido a ameaça de rompimento das paredes do vulcão submarino Marsili. Segundo Enzo Boschi, presidente do Instituto Nacional de Geofísica e Vulcanologia, a ruptura das paredes do vulcão poderão causar "o derramamento rápido da matéria, o que provocaria um forte tsunami nas costas de Campania, Calábria e Sicília". Segundo o estudioso, a erupção pode ocorrer a qualquer momento. O Marsili é o maior vulcão da Europa e está localizado no Golfo de Nápoles.

Vândalos em ação


Esportes
Edição de terça-feira, 30 de março de 2010 
Vândalos em ação



Inconformados com a derrota para o rival, "torcedores" do América depredam banheiros do Frasqueirão



Enquanto dentro de campo os jogadores de ABC e América proporcionavam um grande jogo de futebol, com muita dedicação e respeito por parte dos atletas, nos banheiros destinados à torcida alvirrubra, vândalos aproveitaram a falta de policiamento para depredar o patrimônio do rival. Após a vitória do alvinegro, que garantiu a liderança isolada do segundo turno do Campeonato Estadual, torcedores americanos, aborrecidos pela possível eliminação precoce de sua equipe da competição, quebraram pias, torneiras, azulejos, sanitários, encanações, portões, placas de sinalização e tudo que puderam encontrar pela frente, segundo a assessoria de comunicação do ABC.
"Não satisfeitos, os vândalos, travestidos de "torcedores", ainda agrediram covardemente um funcionário do ABC, que ao ver a depredação, tentou, juntamente com seguranças, evitar um estrago maior", informa o ABC através de seu site oficial.

O fato aborreceu profundamente a diretoria alvinegra, que lamentou o ocorrido. "É lamentável que atitudes como essa ainda ocorram nos dias de hoje. Preparamos toda uma festa para receber o torcedor, tivemos um jogo emocionante, disputado, e ao final, fomos surpreendidos com esse fato. Isso aqui é do ABC e zelamos pelo o que é nosso. Estamos muito chateados e vamos tomar providências", afirmou o presidente do ABC, Rubens Guilherme Dantas.

A direção ABCdista não admite esse tipo de atitude e está fazendo um levantamento dos danos causados, todo o prejuízo promovido pela torcida do América, para tomar as devidas providências.


João Paulo

O ABC perdeu um de seus principais jogadores e artilheiro do estadual 2010 para o jogo desta quarta diante do Assu, no Frasqueirão, pela sexta rodada do returno do estadual. O atacante João Paulo, que tem 11 gols na competição, recebeu o terceiro cartão amarelo no clássico diante do América e está fora do duelo contra os assuenses. Agora, o técnico Leandro Campos quebra a cabeça para definir o substituto. O treinador pode optar pela opção natural, colocar o antes titular Carlinhos na vaga de João Paulo ou ainda avançar Cascata e entrar com Gabriel Pimba no meio-campo. A definição deve sair no apronto desta terça, no Complexo Esportivo Vicente Farache. 

Aeronáutica aceitará casados e 'baixinhos' no concurso para sargentos


Órgão acatou recomendação do Ministério Público Federal de Goiás.

Edital do concurso atual para 493 vagas foi retificado.
Do G1, em São Paulo


Ampliar FotoFoto: Divulgação

Rotina dos alunos da Aeronáutica (Foto: Divulgação)

A Aeronáutica acatou a recomendação do Ministério Público Federal de Goiás (MPF/GO) e aceitará candidatos casados e com estatura inferior a 1,60 m nos concursos para formação de sargento, o que antes era proibido pelo edital do concurso.

concurso em andamento, que oferece 493 vagas, teve o edital retificado e as duas exigências foram canceladas. 

Em decisão liminar, a Justiça Federal já havia determinado o fim das cláusulas excludentes em concurso de 2009, disse o MPF de Goiás. 


Mesmo assim, a Aeronáutica manteve no edital deste ano as cláusulas. Por conta do ocorrido, MPF/GO expediu nova recomendação, no dia 18 de março, pelo cumprimento daquela decisão judicial no atual processo seletivo. 

O diretor-geral de ensino da Aeronáutica, tenente-brigadeiro João Manoel Sadim de Rezende, disse ao MPF que a recomendação foi acatada, uma vez que a Aeronáutica está “ciente do dever constitucional de garantir a defesa dos poderes constitucionais, da lei e da ordem.”



LHC promove as primeiras colisões de partículas 'de laboratório' da história



Acelerador conseguiu fazer feixes de prótons trombarem a energia recorde.
Megatúnel de 27 km é o maior experimento da física de todos os tempos.
Do G1, com informações de agências internacionais


Foto: AFP

Cientistas do Cern celebram nesta terça-feira (30) o sucesso da experiência com o LHC, próximo à cidade suíça de Genebra. (Foto: AFP)


Cientistas anunciaram ter conseguido nesta terça-feira (30) às 8h06 (hora de Brasília), pela primeira vez, a colisão de feixes de prótons no acelerador gigante de partículas LHC. “Muitas pessoas esperaram muito tempo por este momento, mas sua paciência e dedicação está começando a render dividendos", comemorou Rolf Heuer, diretor-geral da Organização Europeia para Pesquisa Nuclear (Cern, na sigla em francês, a instituição responsável pelo LHC).

O maior experimento científico do mundo consiste em colidir partículas no nível mais alto de energia já tentado, recriando as condições presentes no momento do Big Bang, que teria marcado o nascimento do universo, 13,7 bilhões de anos atrás.

O Grande Colisor de Hádrons (LHC), situado em um túnel subterrâneo circular de 27 quilômetros de extensão sob a fronteiro franco-suíça, começou a circular partículas em novembro passado, depois de ser fechado em setembro de 2008 por causa de superaquecimento.
 
Foto: Maximilien Brice / Cern 16-06-2008

Um dos detectores do LHC (Foto: Maximilien Brice / Cern 16-06-2008)

A experiência teve sucesso depois de duas tentativas frustradas durante a madrugada. De acordo com os pesquisadores, ela abre portas para uma nova fase da física moderna, ajudando a responder muitas perguntas sobre a origem do universo e da matéria.


As colisões múltiplas a uma energia recorde (7 TeV, ou 7 trilhões de eletronvolts) criam "Big Bangs em miniatura", produzindo dados que milhares de cientistas passarão anos futuros analisando.

Acelerar prótons a 7 trilhões de eletronvolts significa que eles correm a 99,99% a velocidade da luz (cerca de 300 mil km por segundo), ou 11 mil voltas por segundo no megatúnel de 27 km.

Foto: Maximilien Brice / Cern 16-12-2009

Equipe de cientistas envolvidos nas experiências do Grande Colisor de Hádrons (Foto: Maximilien Brice / Cern 16-12-2009)

*Com informações da France Presse e da Agencia EFE

Passagem de Comando será dia 06 de abril.


Por Elaine Vládia e Túlio Duarte



Segundo informou o atual comandante da Polícia Militar, coronel Marcondes Pinheiro, ele sai no dia 6 de abril para dar lugar ao Coronel Araújo, que também confirmou a informação. Neste dia já está pré-agendada, inclusive, a solenidade de posse, a acontecer no Quartel Geral da PM, em Tirol às 16h. “Foi feito o convite ao coronel Araujo e depois a governadora e Iberê me oficializaram sobre a decisão”, declarou o Cel. Marcondes.

Wilma passa o cargo para Iberê em frente à Praça 7 de Setembro


Wilma passa o cargo para Iberê em frente à Praça 7 de Setembro

Transmissão do cargo para o sucessor marca o fim da Era Wilma de Faria, depois de mais de sete anos de poder no Rio Grande do Norte.

Por Alisson Almeida


Iberê será empossado na Assembleia Legislativa (AL), a partir das 16h, pelo presidente da Casa, Robinson Faria (PMN), que recentemente rompeu com a base governista e aceitou o convite para ser o vice da pré-candidata do DEM à sucessão potiguar, a senadora Rosalba Ciarlini. 

O cerimonial da AL registra apenas três oradores para a solenidade: o próprio Iberê, Wilma e Robinson Faria. Além dos legisladores estaduais, o evento deverá ser prestigiado pelos representantes do Poder Judiciário e outros convidados.

Após a posse na AL, Iberê e a comitiva governamental seguem para o Palácio da Cultura, na Praça 7 de Setembro, onde Wilma passa o bastão para o sucessor, que tentará, nas eleições de outubro, permanecer no cargo por mais quatro anos. 

O cerimonial do governo ainda está fechando os detalhes da programação, mas funcionários que trabalham nos preparativos adiantaram que será armado um palanque em frente ao Palácio da Cultura, recém reformado, para que todos assistam o ato que marcará o fim da Era Wilma de Faria e a consequente ascensão de Iberê Ferreira ao poder. 

A posse de Iberê chegou a ser dúvida, em virtude do estado de saúde do vice-governador, submetido a uma cirurgia para retirada de um nódulo maligno no pulmão esquerdo. Iberê voltou ontem a Natal, após 15 dias de internação no Hospital Sírio-Libanês de São Paulo (SP) e reafirmou que, mesmo tendo que passar pelo tratamento complementar com quimioterapia e radioterapia, sua candidatura está mantida. 

 

CORONEL MARCONDES - NOTA DE ESCLARECIMENTO


CORONEL MARCONDES - NOTA DE ESCLARECIMENTO

Confesso-me surpreendido com as afirmações publicadas na internet, em alguns blogs, as quais alegavam uma possível animosidade entre este Comandante e o Cel PM Araújo, futuro Comandante Geral da Polícia Militar, bem como, conjecturas fantasiosas de que estaria aborrecido e decepcionado com a Exmª Srª Governadora Wilma de Faria, pelo anúncio daquele Oficial como novo Comandante da PMRN.

Gostaria, portanto, de esclarecer que não existe quaisquer divergências entre minha pessoa e o Cel Araújo, tendo trabalhado juntos em ocasiões anteriores, gozando, até hoje, de um convívio fraternal, de mútuo respeito e admiração. Aliás, quero evidenciar que a transmissão da função de Comandante Geral, já está ocorrendo interna corporis, através de constantes reuniões entre os Oficiais acima citados, sem quaisquer dificuldades, dentro de um clima de entendimento e cordialidade jamais visto na Corporação.

Quanto à relação entre este Comandante e a Srª Governadora afirmo que sempre foi plena de respeito, admiração e de gratidão, pelo desmedido empenho com que a Profª Wilma de Faria, tratou as causas da PMRN e de toda Segurança Pública. O espírito público de nossa Governadora, seu interesse pelo bem estar do povo do Rio Grande do Norte e a forma atenciosa, gentil e diligente com que se houve para com a Corporação, durante sua gestão à frente do Executivo Estadual, não poderia gerar outro sentimento em todos os policiais militares, que não fosse o de profundo reconhecimento e gratidão ao trabalho desenvolvido.

Apenas para ilustrar essas afirmações, quando da inauguração do Centro Clínico da Polícia Militar em Mossoró, após nossa despedida do efetivo daquela região, a Srª Governadora perguntou-nos sobre nossa opinião quanto à conveniência de anunciar à tropa o nome do novo Comandante, ao que concordamos plenamente, com a satisfação de estarmos entregando o Comando Geral a um companheiro e irmão, dedicado, íntegro e compromissado com a Instituição.

Certo de sermos compreendidos, solicito que o presente esclarecimento seja publicado no canal de comunicação empregado por V.Sª para a difusão das notícias inicialmente referenciadas, no sentido de que o público seja beneficiário da verdade dos fatos.

Com nossos cordiais cumprimentos, desejamos paz e sucesso em sua jornada.

Marcondes Rodrigues Pinheiro – Cel PM
Cmt Geral da PMRN
* Este texto foi enviado pela ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL DA POLÍCIA MILITAR RN através de e-mail.

A PM que faz bico



Fonte: Gazeta do Povo

Pesquisa aponta que 77,8% dos policiais no Brasil afirmam que a maioria de seus colegas mantém um segundo emprego

Publicado em 30/03/2010 Tatiana Duarte
Em tempos de vacas magras, o soldado Florêncio (nome fictício), de 30 anos, usou seus dias de folga na Polícia Militar para fazer bicos como segurança de lojas, restaurantes e postos de gasolina. Ganhava R$ 35 por dia de serviço para tentar pagar as contas que seu salário líquido de R$ 1,7 mil mensais não cobria. A prática, apesar de parecer inocente, é proibida pelo regimento interno da corporação. Questionada sobre o tema, a Secretaria de Estado da Segurança Pública afirmou apenas que “está enfrentando o problema”.
O segundo emprego, embora proibido, sempre foi comum entre PMs. Hoje, os próprios policiais e as entidades que os representam admitem a existência do problema. Segundo a pesquisa “O que pensam os profissionais da segurança pública no Brasil”, publicada no fim do ano passado pelo Ministério da Justiça e pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud), 77,8% de 64 mil policiais entrevistados em todo o país avaliam que “a maioria” ou “mais ou menos a metade” dos profissionais de sua corporação mantém uma segunda atividade remunerada em caráter permanente.
A origem do problema estaria no valor do soldo. A mesma pesquisa mostra que 92% dos policiais no Brasil estão preocupados com os baixos salários pagos. A média nacional dos salários dos policiais militares em início de carreira é de R$ 1.814,96. No Paraná, o valor pago aos soldados que terminam o curso de formação é de R$ 1.818,13. A remuneração deve ser reajustada em maio e passará a ser de R$ 1.967,43, caso entrem em vigor três projetos de lei que foram aprovados na semana passada pela Assembleia Legislativa.
De acordo com relato do soldado Florêncio, mesmo com o reajuste, o clima ainda é de insatisfação entre os praças de Curitiba. Prova disso é que, há duas semanas, quando foi anunciado o projeto que previa o reajuste, parte dos policiais da capital ameaçou iniciar uma paralisação.
Na opinião do soldado, só uma remuneração maior e melhoria nas condições de trabalho poderiam reverter a situação da atuação informal. “Tem policial que chega a tirar o dobro do salário com bicos”, afirma. O soldado ainda conta que grande parte dos policiais militares que fazem bicos usam armas e coletes à prova de balas que pertencem à corporação. “Eu tenho a minha arma. Mas usava o colete da polícia”, diz.
“Chefes do bico”
O soldado ainda denuncia a existência de policiais que agenciam outros colegas, conhecidos como “chefes do bico”. A prática é confirmada por um outro soldado, que prefere manter o anonimato. Ele diz ser grande amigo de um chefe do bico, que largou o negócio em 2010, após sete anos no comando. De acordo com o policial, a “chefia” dos bicos começa depois que o profissional ganha a confiança do proprietário do comércio.

A partir daí, ele contrata o serviço de outros policiais para uma rede de lojas. “Por quatro mercados esse policial ganhava limpos R$ 2 mil por mês. Mas, quando o superior dele descobriu a irregularidade, passou a cobrar uma comissão pelo silêncio”, diz.
Outro policial, de 32 anos, que também prefere o anonimato e atua na corporação há nove anos, admite fazer bicos há seis, o que lhe garante uma renda extra de até R$ 1,5 mil por mês. Se não usasse suas horas de folga, teria três dias por semana para ficar com sua família: ele tem esposa e um filho de 2 anos. Mas, devido aos bicos, sobra apenas um dia. “Chego a tocar direto, sem descanso”, diz.
Foi o desgaste físico que levou Florêncio a desistir dos bicos. “Quase dormi enquanto fazia a segurança de uma loja. Não vale a pena. Colocamos em risco a nossa vida e não prestamos um bom serviço para a sociedade”, afirma. Já outro policial diz que só largaria se recebesse um salário melhor. “Ainda estou numa situação financeira complicada”, diz.
Legalização dos bicos
De tão comum na corporação, uma entidade de classe estuda uma tentativa de legalizar os bicos.
O presidente da Associação de Praças do Estado do Paraná (Apras), sargento Orélio Fontana, afirma que a ideia é que os policiais usem seus dias de folga para trabalhar na segurança da cidade, com a complementação do salário a ser feita pela prefeitura. “É preferível que ele trabalhe paralelamente prestando serviço do que ficar corruptível. Mas o correto seria pagar bem o policial militar”, defende.
A limitação da capacidade física dos policiais militares é um dos principais riscos da realização de serviços fora do horário do expediente, na opinião do presidente da Associação de Defesa dos Policiais Militares Ativos, Inativos e Pensionistas do Paraná (Amai), coronel Elizeu Furquim. “O remédio para isso é bem conhecido. Basta pagar bons salários para que o policial possa render ao seu máximo”, diz.
Uma das saídas para o problema, segundo o coronel Furquim, é a aprovação da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) número 64, que tramita na Assembleia Legislativa. A PEC 64 prevê a implantação do subsídio no salário do policial militar, o que garantiria uma remuneração inicial ao soldado de R$ 3,3 mil, além da exigência de formação superior para ingressar nos quadros da polícia militar.
“Concentração de renda” é a regra na polícia
Publicado em 30/03/2010 Tatiana Duarte
As polícias do Paraná são um caso típico de “concentração de renda”. Ao mesmo tempo que policiais militares ameaçam paralisações e atuam em um segundo emprego para completar a renda, é nos cargos de chefia das atividades policiais que se encontram os maiores salários do funcionalismo público paranaense.

Quatro delegados e um comissário da Polícia Civil recebem mais que o governador do estado, Roberto Requião (PMDB). Os dados estão no site Transparência, do governo estadual. Um deles é o funcionário público mais bem remunerado pelo governo do estado. Chega a receber R$ 30.133,42 por mês.
Na comparação da média de salários entre as duas corporações, os policiais civis ganham mais. O rendimento médio de um policial civil é 30,83% superior ao de um PM. Enquanto em média um policial civil recebe R$ 3.593,85 de salário mensal, um policial militar tem a remuneração de R$ 2.485,72. O cálculo foi feito com base nos salários que constam na folha de pagamento do funcionalismo público do Paraná.
A diferença entre salários de civis e militares também ocorre se comparadas as carreiras, de acordo com a hierarquia. Nos postos mais baixos, há um distanciamento de 11% entre o que recebem os praças (soldados, sargentos e cabos) da Polícia Militar e o que ganham os investigadores da Polícia Civil. A diferença salta para 87,5% se comparadas as remunerações pagas aos mais altos cargos – os oficiais da PM recebem em média R$ 6.535,30 por mês, enquanto os delegados de Polícia Civil têm uma remuneração mensal de R$ 12.254,03.
De acordo com o presidente da União da Polícia Civil do Paraná, Wilson Villa, os altos salários pagos aos policiais civis que ganham mais que o governador do estado são resultado de ações trabalhistas ganhas na Justiça. Mesmo sendo mais bem pagos, Villa relata que cerca de 30% dos policiais civis em início de carreira desistem da profissão. Um dos motivos seria a baixa remuneração. Para a contratação de um investigador de polícia é necessário ter curso superior completo. “A profissão é muito difícil. Envolve risco de vida. Sem contar que os investigadores viraram carcereiros. É muito desgastante. O mínimo que deveriam receber para trabalhar com investigação é R$ 6,2 mil”, diz.

Risco: PMs morrem em horário de folga
Aline Peres
O segundo emprego dos PMs representa risco. A Secretaria de Segurança do Paraná não contabiliza policiais mortos fora da função. No Rio de Janeiro, onde essa estatística existe, morreram 86 policiais em folga em 2009. Em expediente, morreram 26.
No Paraná, no ano passado, um PM foi morto na saída de um bar, na região central de Curitiba. Ele estaria de folga, mas foi ajudar colegas que fariam serviço de segurança. Em 2008, um militar morreu na CIC. Segundo infomações não confirmadas pela PM o policial fazia segurança particular. Em fevereiro do mesmo ano, um cabo de 37 anos foi morto na CIC. Ele estava de folga e morreu em uma gráfica onde assaltantes entraram.
Declarações

Troca
“Almoço e janto em restaurantes. É uma troca. Fico um tempo maior do que em outros locais. Gostaria de ter mais dignidade. Mas não recebemos vale-refeição, nem comida no Batalhão.”
"A tropa inteira recebe lanches nos locais onde os policiais fazem bicos em troca de um policiamento reforçado."
Risco
“O bandido sabe identificar que o cara encostado na mureta é policial. Muitos são abordados pelos bandidos porque são alvo fácil para furto de colete à prova de balas e armas.”
“Se eu ganhasse mais como policial militar já tinha largado o bico. Vivo num risco constante.”
Chefe
“Conheço quem foi chefe do bico por sete anos. Agora ele tem uma casa própria e outras duas pequenas que garantem um rendimento melhor para ele. Mesmo sendo chefe, recebia R$ 2 mil por mês pelo serviço.”