Estudante tira nota 1000 em redação, mas não matricular-se-á na universidade neste ano

Os estudantes que ainda não estão no pré-vestibular e se inscrevem para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) buscam, na maioria dos casos, medir o conhecimento e se acostumar às provas. Em alguns casos, no entanto, o "teste" reserva boas surpresas. Foi o que aconteceu com a estudante Ana Luiza Pinto, que cursa o 2º ano do ensino médio no CEI, da Romualdo Galvão. Ela foi uma das 250 pessoas que conseguiram a nota 1.000 na redação deste ano do ENEM.


Arquivo PessoalAna Luiza Pinto cursa o 2º ano do ensino médio e só tentará vaga em universidade no próximo ano


saiba mais
Natalense que tirou nota máxima em redação quer cursar Engenharia ElétricaAos 17 anos, Ana Luiza disse que sempre se dedicou às aulas de redação, mas não é uma leitora habitual. "Eu procuro sempre acompanhar as aulas e tenho me preparado bem, mas não tenho muito o hábito de ler. Vejo mais o que meus pais lêem, acompanho noticiário quando posso. Eu pratico muito a redação na escola", disse. Mesmo com a dedicação nos estudos, o resultado surpreendeu.

"Todo mundo ficou muito feliz, até porque ninguém esperava, né? O pessoal da escola já me ligou também para parabenizar. Estou muito feliz", disse Ana Luiza.

Apesar da nota máxima na redação, a estudante não vai buscar meios para ingressar em uma universidade já neste ano. Como o objetivo é cursar Medicina na UFRN, Ana Luiza vai se dedicar mais um ano aos estudos para estar preparada na prova de 2015 e já sabe qual será o foco. 

"Sugeriram que eu fizesse curso isolado de Português ou de Matemática ou dos dois. A matéria que eu sinto mais dificuldade é Química, mas fazer o isolado de Matemática mesmo. Como acho que desenrolo melhor em Português, vou fazer Matemática", disse.


http://tribunadonorte.com.br/noticia/estudante-tira-1-000-em-redaa-a-o-mas-na-o-entrara-em-universidade-neste-ano/303235