Pular para o conteúdo principal

Vigilante é assassinado durante roubo à granja em Macaíba

Antônio Jailson tomava conta de um viveiro de camarão, quando foi vítima de um latrocínio. Bandidos também agrediram família de caseiros.

Por Thyago Macedo
Fotos: Thyago Macedo
O crime começou por volta das 19h.
O vigilante Antônio Jailson do Nascimento da Luz, de 36 anos, foi vítima de um latrocínio na noite desta quarta-feira (14). Ele tomava conta de um viveiro de camarão, quando foi assassinado durante um roubou a uma granja em Macaíba. Os bandidos também renderam e agrediram família de caseiros.

O crime começou por volta das 19h. De acordo com Emanoel França, morador da granja, quatro assaltantes chegaram ao local armados e anunciaram o roubo. “Eles amarram todo mundo e nos espancaram”, destaca.

Até mesmo a mulher de Emanoel, Clesivan da Costa, foi agredida pela quadrilha. “Eles chegaram a dar tapa na minha cara pra que eu não olhasse pra eles”, afirma. Os criminosos pediam dinheiro e objetos de valor a família que estava na granja.

Em determinado momento da ação, o vigilante Antônio Jailson, que estava do outro lado do viveiro assobiou para os moradores da granja, o que chamou atenção da quadrilha.
Foto: Thyago Macedo
Emanoel de França, caseiro.
Com isso, eles obrigaram Emanoel de França a se aproximar de Antônio e assobiar para chamá-lo. “Eles disseram que se eu não assobiasse ia morrer, então, tive que fazer”, ressalta o caseiro.

Quando o vigilante Antônio Jailson se aproximou dos assaltantes eles pediram a arma dele. “Quando o Antonio foi entregar a arma eles atiraram no pescoço dele. Depois, me mandaram ficar quieto para não morrer”, revela.

Os criminosos passaram praticamente a noite toda na granja. O caseiro Emanoel de França contou que eles chegaram por volta das 19h e saíram às 4h desta quinta-feira. “Eles estavam bastante agressivos, chegaram até a colocar arma na minha boca, talvez estivessem drogado”.

Na manhã de hoje, dois irmãos do vigilante assassinado estiveram na granja. Um deles, que se identificou como Luiz Gonzaga, contou que Antônio Jailson era separado, mas deixou duas filhas pequenas. A família mora no município de Lagoa Salgada.

http://www.nominuto.com/noticias/policia/vigilante-e-assassinado-durante-roubo-a-granja-em-macaiba/56641/

Postagens mais visitadas deste blog

Canções para TFM

DEMÔNIOS CAMUFLADOS DEMÔNIOS CAMUFLADOS VÃO SAIR DA ESCURIDÃO,
SENTINELA ENSANGUENTADO VAI ROLANDO PELO CHÃO,
E PERGUNTEM DE ONDE VENHO, VENHO DA ESCURIDÃO,
TRAGO A MORTE, O DESESPERO E A TOTAL DESTRUIÇÃO.
ARMADILHAS CAMUFLADAS, ACIONADORES DE TRAÇÃO,
QUEM VIER ATRAS DE MIM SÓ VAI OUVIR A EXPLOSÃO(CABUM)
SANGUE FRIO EM MINHAS VEIAS CONGELOU MEU CORAÇÃO
NÓS GOSTAMOS DE EXPLOSIVOS NOSSO LEMA É VIBRAÇÃO.
QUEM ÉS TU? QUEM ÉS TU?
QUE DESCE DO CÉU!
COM ASAS DE PRATA POR SOBE O BRASIL!
GUERREIRO ALADO, QUE NÃO SENTE DOR!
PARAQUEDISTA, COMANF, MERGULHADOR!
A SUA MISSÃO É DESTRUIR
A TROPA INIMIGA QUE TENTA INVADIR

CORRIDINHA MIXURUCA CORRIDINHA MIXURUCA,
QUE NÃO DÁ NEM PARA CANÇAR.
NESSE PASSO, NESSE PASSO,
VOLTA AO MUNDO EU VOU DAR.
NESSE PASSO, NESSE PASSO
TODOS JUNTOS VÃO CHEGAR.
E SE ALGUÉM NÃO AGUENTAR,
EU VOU TER QUE ARRASTAR.
E SE O ARRASTO ME MATAR, PODES CRER TU VAI FICA
VAI FICAR NA MÃO DE OUTRO – ATÉ EU ME RECUPERAR.
POIS NESSE PASSO, NESSE PASSO,
MESMO MORTO VOU TE BUSCAR.




SALTITANDO, SALTI…

Canções Militares para o TFM.

Essas canções são usadas durante o Treinamento Físico Militar nas Forças Armadas, das Polícias Militares e Corpos de Bombeiros Militares.
Demônios Camuflados Demônios camuflados vão sair da escuridão,
sentinela ensanguentado vai rolando pelo chão,
e perguntem de onde venho, venho da escuridão,
trago a morte, o desespero e a total destruição.
Armadilhas camufladas, acionadores de tração,
Quem vier atras de mim só vai ouvir a explosão(Cabum)
Sangue frio em minhas veias congelou meu coração
Nós gostamos de explosivos nosso lema é vibração.
Quem és Tu? Quem és tu?
Que desce do céu!
Com asas de prata por sobe o Brasil!
Guerreiro alado, que não sente dor!
Paraquedista, Comanf, Mergulhador!
A sua missão é destruir
A tropa inimiga que tenta invadir

Corridinha Mixuruca Corridinha mixuruca,
que não dá nem para cançar.
Nesse passo, nesse passo,
Volta ao mundo eu vou dar.
Nesse passo, nesse passo
Todos juntos vão chegar.
E se alguém não aguentar,
Eu vou ter que arrastar.
E se o arrasto me matar, podes c…

Termodinâmica

Termodinâmica