Pular para o conteúdo principal

GUERRA NO Rio de Janeiro - BANDIDOS ATACAM PMS NAS RUAS



Foto: Alexandre Brum / Agência O Dia
Após um dia marcado por ataques a PMs de serviço em Jacarepaguá, no Rio Comprido e na Penha, policiais do 17ª BPM (Ilha do Governador) foram atacados a tiros no início da madrugada de sábado, na Praia da Rosa, no bairro bancários, Ilha do Governador, Zona Norte do Rio. Eles faziam um patrulhamento pela região quando dois homens em uma moto passaram atirando. Nenhum policial se feriu, mas o vidro dianteiro da viatura foi destruído. O veículo foi levado para o pátio do batalhão. A ocorrência foi registrado na 37ª DP (Ilha do Governador).

Durante a noite de sexta-feira e parte da madrugada de sábado, o policiamento foi reforçado em todos os batalhões da Região Metropolitana do Rio, conforme determinação do comando da PM. As viaturas circularam em comboio com, no mínimo, dois veículos. Policiais também realizaram blitzes em vários pontos, como na saída do Túnel Martim de Sá, que liga o bairro do Catumbi ao Centro, e na Avenida Dom Hélder Câmara, na altura de Del Castilho.

Na ação mais violenta de sexta-feira, o sargento Leopoldo das Neves Nascimento, de 43 anos, do 18º BPM (Jacarepaguá), morreu após ser alvejado por tiros de fuzil na porta de uma padaria, no bairro do Tanque. Ele foi surpreendido por quatro bandidos quando entrava em uma padaria. O cabo Francis Pereira Mendonça, 32, ficou ferido, além de dois funcionários e um cliente do estabelecimento.

À tarde, no Rio Comprido, ocupantes de um táxi atiraram contra uma patrulha do 1º BPM (Estácio), na Avenida Paulo de Frontin. Houve perseguição, mas os criminosos fugiram no sentido Zona Sul do Túnel Rebouças. Ninguém ficou ferido.

Na Avenida Brasil, na altura da Penha, assaltantes que haviam roubado uma moto e foram perseguidos por PMs lançaram uma granada contra a patrulha, no início da noite. Estilhaços do explosivo atingiram a lataria de um ônibus da Viação Jurema e feriram Maciel da Silva, de 36 anos, que estava em uma picape.

FONTE: Jornal O DIA via blog 
Militar Legal

Postagens mais visitadas deste blog

Canções para TFM

DEMÔNIOS CAMUFLADOS DEMÔNIOS CAMUFLADOS VÃO SAIR DA ESCURIDÃO,
SENTINELA ENSANGUENTADO VAI ROLANDO PELO CHÃO,
E PERGUNTEM DE ONDE VENHO, VENHO DA ESCURIDÃO,
TRAGO A MORTE, O DESESPERO E A TOTAL DESTRUIÇÃO.
ARMADILHAS CAMUFLADAS, ACIONADORES DE TRAÇÃO,
QUEM VIER ATRAS DE MIM SÓ VAI OUVIR A EXPLOSÃO(CABUM)
SANGUE FRIO EM MINHAS VEIAS CONGELOU MEU CORAÇÃO
NÓS GOSTAMOS DE EXPLOSIVOS NOSSO LEMA É VIBRAÇÃO.
QUEM ÉS TU? QUEM ÉS TU?
QUE DESCE DO CÉU!
COM ASAS DE PRATA POR SOBE O BRASIL!
GUERREIRO ALADO, QUE NÃO SENTE DOR!
PARAQUEDISTA, COMANF, MERGULHADOR!
A SUA MISSÃO É DESTRUIR
A TROPA INIMIGA QUE TENTA INVADIR

CORRIDINHA MIXURUCA CORRIDINHA MIXURUCA,
QUE NÃO DÁ NEM PARA CANÇAR.
NESSE PASSO, NESSE PASSO,
VOLTA AO MUNDO EU VOU DAR.
NESSE PASSO, NESSE PASSO
TODOS JUNTOS VÃO CHEGAR.
E SE ALGUÉM NÃO AGUENTAR,
EU VOU TER QUE ARRASTAR.
E SE O ARRASTO ME MATAR, PODES CRER TU VAI FICA
VAI FICAR NA MÃO DE OUTRO – ATÉ EU ME RECUPERAR.
POIS NESSE PASSO, NESSE PASSO,
MESMO MORTO VOU TE BUSCAR.




SALTITANDO, SALTI…

Canções Militares para o TFM.

Essas canções são usadas durante o Treinamento Físico Militar nas Forças Armadas, das Polícias Militares e Corpos de Bombeiros Militares.
Demônios Camuflados Demônios camuflados vão sair da escuridão,
sentinela ensanguentado vai rolando pelo chão,
e perguntem de onde venho, venho da escuridão,
trago a morte, o desespero e a total destruição.
Armadilhas camufladas, acionadores de tração,
Quem vier atras de mim só vai ouvir a explosão(Cabum)
Sangue frio em minhas veias congelou meu coração
Nós gostamos de explosivos nosso lema é vibração.
Quem és Tu? Quem és tu?
Que desce do céu!
Com asas de prata por sobe o Brasil!
Guerreiro alado, que não sente dor!
Paraquedista, Comanf, Mergulhador!
A sua missão é destruir
A tropa inimiga que tenta invadir

Corridinha Mixuruca Corridinha mixuruca,
que não dá nem para cançar.
Nesse passo, nesse passo,
Volta ao mundo eu vou dar.
Nesse passo, nesse passo
Todos juntos vão chegar.
E se alguém não aguentar,
Eu vou ter que arrastar.
E se o arrasto me matar, podes c…

Termodinâmica

Termodinâmica