quinta-feira, 26 de agosto de 2010

Refexão

By Guerreiros do RN

PM é preso por obrigar grupo a tirar roupas para fazer fotos


PM é preso por obrigar grupo a tirar roupas para fazer fotos

Soldado Givanildo alegou que as pessoas abordadas por ele eram suspeitas de roubar uma motocicleta.

Por Thyago Macedo



O soldado da Polícia Militar Givanildo Francisco de Oliveira Silva foi preso na noite desta quarta-feira (25) acusado de obrigar um grupo de quatro pessoas a tirar a roupa para que ele fizesse fotografias.



De acordo com o Comando de Policiamento Metropolitano, soldado Givanildo alegou que as pessoas abordadas por ele eram suspeitas de roubar uma motocicleta. Com isso, ele levou os quatro para trás de uma barraca e obrigou que todos ficassem nus.

O fato foi registrado na Cidade da Esperança e o policial militar foi detido por próprios colegas da corporação. Ele foi conduzido à Delegacia de Plantão da Zona Sul, onde foi autuado e, em seguida, encaminhado ao presídio da PM, na Zona Norte de Natal.

Soldado Givanildo Francisco está lotado no 1º Batalhão da Polícia Militar. O acusado irá responder agora a um procedimento administrativo, instaurado pela PM, bem como a um inquérito policial que será feito pela Polícia Civil.

Nesta quarta-feira, o portal Nominuto.com publicou uma matéria em que o comandante geral da Polícia Militar, coronel Araújo Silva, afirma ter excluído 17 policiais em apenas cinco meses.

http://www.nominuto.com/noticias/policia/pm-e-preso-por-obrigar-grupo-a-tirar-roupas-para-fazer-fotos/59179/









PM é preso após tirar fotos de jovens e adolescente nus na Zona Oeste

O soldado PM Givanildo Francisco de Oliveira e Silva lotado no 5º Batalhão (5º BPM) foi preso, na noite desta quarta-feira (25), após obrigar quatro pessoas, sendo três jovens e um adolescente de 17 anos, a tirarem a roupa para serem fotografadas, no bairro de Cidade da Esperança, Zona Oeste de Natal.

Segundo o major Mendonça, do Comando de Policiamento Metropolitano, o fato ocorreu por volta das 21h, entre as ruas Sampaio Correia e Porto Alegre. O soldado alegou que teria feito uma abordagem de quatro suspeitos de terem roubado uma moto, e depois os levou para trás de uma barraca de feira, onde mandou que todos se despissem.

Ainda segundo informações da polícia, ele tirou fotos dos quatro nus, entre eles uma mulher. Porém, o soldado acabou sendo detido e levado à delegacia, onde foi autuado por porte ilegal de arma, já que carregava um revólver calibre 38 sem registro. Ele foi levado para um presídio da PM na Zona Norte e deverá responder a um procedimento administrativo. 


Da redação do DIARIODENATAL.COM.BR






Soldado PM é preso após obrigar mulheres a mostrar genitália

Publicação: 26 de Agosto de 2010 às 09:54
tamanho do texto A+ A-
O soldado da Polícia Militar Givanildo Francisco de Oliveira, de 28 anos, foi preso em flagrante por porte ilegal de um revólver calibre 38. O militar foi abordado por colegas de farda após uma denúncia de que ele teria obrigado duas mulheres a baixar as roupas que vestiam e mostrar as genitálias. Givanildo chegou a fotografar os órgãos sexuais das vítimas.

Givanildo foi preso por volta das 21h desta quarta-feira (25), na rua Porto Alegre, na Cidade da Esperança. Ele é PM há quatro anos e trabalha no setor administrativo do 5º Batalhão da Polícia Militar (BPM), no conjunto Pirangi.

De acordo com o major Lago Júnior, comandante do 5º BPM, o soldado estava à paisana e estaria procurando uma mulher que tem uma tatuagem na genitália.

"Ele nos falou que estava investigando, sozinho e à paisana, o roubo de uma motoneta de um parente. Segundo o soldado, uma pessoa havia passado a informação de que uma mulher que tem uma tatuagem na vagina havia participado do assalto. Na noite de ontem, ele abordou duas mulheres suspeitas e as obrigou a baixar a calça. Logo em seguida, as liberou", relatou o oficial.

Foras duas abordagens separadas. As vítimas estava acompanhada de amigos, que não reagiram porque Givanildo Oliveira estava armado. Após o crime, as vítimas acionou o plantão 190 e Givanildo acabou localizado e preso por colegas da Polícia Militar.

Ele foi levado para a delegacia de plantão e autuado por porte ilegal de arma de fogo. O crime será investigado pela equipe do 8º Distrito Policial. Há possibilidade de o soldado, que está detido, responder por outros crimes.
* Atualizada às 10h34.



Globo reconhece pressão do governo contra PEC 300



O jornal O Globo nos ouviu e reconheceu na edição desta quarta-feira (dia 25 de agosto) o que temos alertado diuturnamente neste blog aos trabalhadores da Segurança Pública do Brasil: a PEC 300 não teve sua votação concluída na Câmara dos Deputados porque o governo não se interessou em ver a proposta aprovada.

Por meio de uma nota intitulada “Dilma implodiu a PEC 300”, o periódico declara que a candidata do PT à Presidência da República, Dilma Rousseff, atuou de forma decisiva para impedir que o segundo turno da PEC 300 fosse votada no esforço concentrado da semana passada.

Essa informação só reforça o que vem sendo dito neste espaço há semanas. O governo insiste através de Temer e Vaccarezza em não quer votar a PEC 300. O resto é conversa...

O presidente da Câmara, Michel Temer (PMDB-SP), chegou a divulgar nota na semana passada responsabilizando a invasão legítima e democrática de bombeiros, policiais e agentes penitenciários pela não votação da PEC 300.

E agora? Será que Temer, candidato a vice na chapa encabeçada por Dilma, terá coragem de admitir que não colocou a PEC 300 porque o governo não quer ver essa matéria aprovada? Como ele consegue conciliar o cargo de presidente da Câmara dos Deputados e candidato à vice-presidente da República? Resposta: não consegue. Porque se atuasse de forma a defender os interesses da instituição Câmara dos Deputados, a PEC 300 já teria sido votada há muito tempo.

Contudo, não podemos desaminar. A imensa maioria dos deputados quer votar a PEC 300. Tenho certeza de que, apesar das resistências, a PEC 300 será uma realidade em pouco tempo. Não há mais como retroceder em nossas conquistas. Eles podem adiar, mas não conseguirão impedir essa vitória dos trabalhadores da Segurança Pública.

PEC 300 já! A união é a nossa força.

Capitão Assumção

Para Recordar: Em marcha o desmonte das PM

Assunto: Em marcha o desmonte das PM Operação para desmontar as PMs está em marcha silenciosa Muita atenção! Na próxima semana, acon...