Policiais de Miami vêm ao RN ensinar a resolver crimes


 
Para combater a média de um assassinato registrado a cada cinco horas, a polícia civil do Rio Grande do Norte inicia na próxima segunda-feira um curso de investigação de homicídios com três oficiais da polícia de Miami, nos Estados Unidos, onde este tipo de crime pode ser resolvido em até 48 horas. A capacitação é fruto de uma parceria entre o Ministério da Justiça e o governo americano. A atividade é uma das primeiras iniciativas para a criação da Divisão Estadual de Investigação de Homicídios.

A celeridade na apuração dos crimes em Miami, inclusive, virou reality show na televisão americana. O sargento Ervens Ford e os detetives Carlos Castellanos e Freddy Ponce, os instrutores trazidos pelo Ministério da Justiça, estão presentes em diversos episódios do seriado “48 hours” (48 horas), criado em 2004, e que acompanha as atividades de diversas unidades da polícia forense americana.
Nos Estados Unidos, por sinal, o percentual de elucidação de homicídios é de 65%. Já a Unidade de Homicídios de Miami tem uma taxa de 80%. Num dos capítulos do seriado televisivo, o detetive Carlos Castellanos é chamado para investigar um crime cometido na periferia de Miami. A única pista são as marcas dos sapatos deixados pelo assassino.
Conduzindo uma minuciosa revista no local do crime, em que terceiros não têm qualquer acesso, Castellanos conseguiu reunir mostras do DNA do suspeito ao coletar alguns fios de cabelo deixados no local do crime. O assassinato foi solucionado na noite subsequente ao crime. Ele mesmo conduziu as análises forenses e descobriu os registros do autor do homicídio.
A eficiência na investigação será uma das principais ferramentas de trabalho dos americanos em solo potiguar.
“Vão trazer a experiência forense da polícia de Miami, uma das melhores do mundo”, afirma José Francisco Correia, diretor da Academia de Polícia Civil do Rio Grande do Norte.
O curso ministrado é uma iniciativa da Secretaria Nacional de Segurança Pública do Ministério da Justiça. Faz parte da capacitação do Programa Brasil mais Seguro, do Governo Federal, que foi aderido pelo Rio Grande do Norte em 2013. O programa já dispôs de R$ 49,2 milhões ao Governo do Estado.
A investigação de Homicídios será ministrada em quatro dias, com carga total de 40 horas. Toda estrutura das aulas será ofertada pelo Ministério da Justiça e a Embaixada dos Estados Unidos no Brasil, que irão trazer materiais de investigação e uma espécie de laboratório forense. A capacitação será feita dentro da estrutura no centro de formação da Escola de Governo Dom Nivaldo Monte.
Novo Jornal – http://www.novojornal.jor.br/noticias/cidades/policiais-de-miami-vem-ensinar-rn-a-resolver-crimes
http://www.onatalense.com.br/policiais-de-miami-vem-ao-rn-ensinar-a-resolver-crimes/