Pular para o conteúdo principal

Ditadura do Proletariado

Ditadura do Proletariado


Por Antonio Gasparetto Junior
Ditadura do Proletariado é uma ideologia baseada em Karl Marx que pressupõe a tomada do poder pelos operários como o único modo de reverter a exploração capitalista.
O desenvolvimento do capitalismo suscitou uma série de ideologias que visam romper com a suposta exploração do sistema. Desde a Revolução Industrial, a organização do trabalho se alterou. Os trabalhadores perderam o controle dos meios de produção e dos produtos finais, passaram unicamente a vender a força de trabalho para a burguesia. Desta forma se criou um novo modelo de trabalho baseado na burguesia e no proletariado.

Ávidos por lucros, os burgueses, proprietários dos meios de produção e dos produtos, introduziram uma carga de trabalho abusiva sobre os trabalhadores. Como o novo momento das relações de trabalho no mundo não dispunha de regulamentações que dessem conta da relação entre proletariado e burguesia, esta explorou os trabalhadores sobremaneira. Com cargas horárias diárias de trabalho abusivas, remuneração baixa e indistinção entre o trabalho de crianças e adultos, o capitalismo foi se intensificando no seio das sociedades forjadas pela burguesia.
Karl Marx
Em resposta à exploração exercida, os trabalhadores iniciaram movimentos de contestação que geraram ideologias políticas. Mas foi o filósofo Karl Marx  quem estabeleceu as bases de uma nova ideologia responsável por influenciar em grande escala as aspirações dos trabalhadores. O marxismo colocou em cheque a relação da burguesia com o proletariado e difundiu a ideia de que os operários eram os únicos capazes de, após a tomada do poder, reverter o quadro exploratório.
Marx fazia a propaganda do comunismo, acreditava que no decorrer do próprio sistema capitalista o proletariado desenvolveria uma consciência de classe  capaz de unir os trabalhadores, em quantidade numérica muito maior, em ações que resultassem no bem coletivo. A luta de classes, naturalmente existente e base do capitalismo, seria revelada para os trabalhadores.
O sistema capitalista para existir depende da luta de classes, burguesia e proletariado só existem em função um do outro. Entretanto, nesse sistema, a burguesia é a privilegiada por ter controle dos meios de produção e ter o benefício de explorar a força de trabalho, o que resulta em benefícios privados. Marx dizia então que a burguesia se apropriava injustamente da diferença e contribuía para aumentar a distância social e econômica entre operários e patrões.
Nesse quadro, surgiu o conceito de Ditadura do Proletariado. Segundo este, o desenvolvimento da consciência de classe e a exploração do capitalismo davam aos operários a condição de ser a classe social única com a capacidade de reverter a situação. Para isso, o proletariado deveria tomar o poder da burguesia através de uma revolução e implantar um regime do proletariado, regido com pulso firme, para minimizar as diferenças sociais e proporcionar o bem-estar coletivo.
Uma das primeiras tentativas de implantação da Ditadura do Proletariado ocorreu na França em 1871. A chamada Comuna de Paris resultou na tomada do poder pelo operariado e na tentativa de instalação de uma república de caráter socialista. Entretanto, o movimento foi aniquilado pelo governo, o que representou uma forte derrota para os defensores da ideologia comunista de cunho marxista.
Somente em 1917 que a Revolução Russa revelou uma tentativa relativamente bem sucedida de Ditadura do Proletariado. Na ocasião, os trabalhadores tomaram o poder do tradicional regime czarista e instalaram um governo socialista através do líder Lênin. A formação da União Soviética estabeleceu um regime socialista que teve Stalin como líder até o início da década de 1950, governando com a rigidez de uma Ditadura do Proletariado. Porém, mais tarde se revelou os abusos realizados também por esse sistema. Na década de 1990, o governo socialista chegou ao fim após demonstrar que não possuía mais forças para se sustentar e que sua população estava em um patamar social e econômico muito atrasado em relação ao mundo capitalista.
Fontes:
http://www.infopedia.pt/$ditadura-do-proletariado
http://pt.wikipedia.org/wiki/Ditadura_do_proletariado




Comuna de Paris


Por Fernando Rebouças
Em 1870, ocorreu a guerra franco-prussiana, na qual a França fora derrotada pela Alemanha. A Alemanha ainda não era um estado formado, era dividida em estados autônomos : Saxônia, Baviera, Hanôver, Baden, Turíngia, Renânia, Westfália, entre outros, destacando o forte estado da Prússia.

Na França, a derrota significou um colapso no regime imperial. A derrota francesa na guerra envergonhou os franceses, e o acordo de armistício  humilhou o país. A guerra agravou a crise econômica no país, este cenário gerou um movimento social dos operários parisienses, conhecido como Comuna de Paris.
Quando o governo francês tentou desarmar a população de Paris, obedecendo as condições de armistício assinado com os alemães, os operários franceses se revoltaram, tomaram o poder em Paris, e obtiveram o apoio a Guarda Nacional, em 18 de março de 1871. Por dois meses, Paris foi administrada pelo Comitê Central Revolucionário.
Em 26 de março de 1871, realizaram-se eleições para escolher os membros do Conselho Comunal. A Comuna de Parisdecretou a separação entre Estado e Igreja, o fim do trabalho noturno nas padarias e a reabertura das fábricas.
Isolada e cercada, a Comuna se enfraqueceu, o combate se desenrolou até o mês de maio. Foram vencidos todos os operários, depois de 72 dias no poder da cidade.





Postagens mais visitadas deste blog

Canções para TFM

DEMÔNIOS CAMUFLADOS DEMÔNIOS CAMUFLADOS VÃO SAIR DA ESCURIDÃO,
SENTINELA ENSANGUENTADO VAI ROLANDO PELO CHÃO,
E PERGUNTEM DE ONDE VENHO, VENHO DA ESCURIDÃO,
TRAGO A MORTE, O DESESPERO E A TOTAL DESTRUIÇÃO.
ARMADILHAS CAMUFLADAS, ACIONADORES DE TRAÇÃO,
QUEM VIER ATRAS DE MIM SÓ VAI OUVIR A EXPLOSÃO(CABUM)
SANGUE FRIO EM MINHAS VEIAS CONGELOU MEU CORAÇÃO
NÓS GOSTAMOS DE EXPLOSIVOS NOSSO LEMA É VIBRAÇÃO.
QUEM ÉS TU? QUEM ÉS TU?
QUE DESCE DO CÉU!
COM ASAS DE PRATA POR SOBE O BRASIL!
GUERREIRO ALADO, QUE NÃO SENTE DOR!
PARAQUEDISTA, COMANF, MERGULHADOR!
A SUA MISSÃO É DESTRUIR
A TROPA INIMIGA QUE TENTA INVADIR

CORRIDINHA MIXURUCA CORRIDINHA MIXURUCA,
QUE NÃO DÁ NEM PARA CANÇAR.
NESSE PASSO, NESSE PASSO,
VOLTA AO MUNDO EU VOU DAR.
NESSE PASSO, NESSE PASSO
TODOS JUNTOS VÃO CHEGAR.
E SE ALGUÉM NÃO AGUENTAR,
EU VOU TER QUE ARRASTAR.
E SE O ARRASTO ME MATAR, PODES CRER TU VAI FICA
VAI FICAR NA MÃO DE OUTRO – ATÉ EU ME RECUPERAR.
POIS NESSE PASSO, NESSE PASSO,
MESMO MORTO VOU TE BUSCAR.




SALTITANDO, SALTI…

Canções Militares para o TFM.

Essas canções são usadas durante o Treinamento Físico Militar nas Forças Armadas, das Polícias Militares e Corpos de Bombeiros Militares.
Demônios Camuflados Demônios camuflados vão sair da escuridão,
sentinela ensanguentado vai rolando pelo chão,
e perguntem de onde venho, venho da escuridão,
trago a morte, o desespero e a total destruição.
Armadilhas camufladas, acionadores de tração,
Quem vier atras de mim só vai ouvir a explosão(Cabum)
Sangue frio em minhas veias congelou meu coração
Nós gostamos de explosivos nosso lema é vibração.
Quem és Tu? Quem és tu?
Que desce do céu!
Com asas de prata por sobe o Brasil!
Guerreiro alado, que não sente dor!
Paraquedista, Comanf, Mergulhador!
A sua missão é destruir
A tropa inimiga que tenta invadir

Corridinha Mixuruca Corridinha mixuruca,
que não dá nem para cançar.
Nesse passo, nesse passo,
Volta ao mundo eu vou dar.
Nesse passo, nesse passo
Todos juntos vão chegar.
E se alguém não aguentar,
Eu vou ter que arrastar.
E se o arrasto me matar, podes c…

Termodinâmica

Termodinâmica