Pular para o conteúdo principal

Poluição de rios e mares



28 DE NOVEMBRO DE 2012 





Imagine a cena: começa a chover forte e o rio perto da sua casa ou da sua cidade começa a subir, logo ele atinge a margem que está cheia de lixo. A chuva para, o nível do rio desce e o lixo vai junto com ele. Pronto, mais um rio está poluído e, provavelmente, será o causador da próxima enchente.

Todos os dias, milhares de rios por todo o mundo são poluídos, seja com objetos jogados pelas pessoas que vivem nas proximidades ou pelas indústrias, que desrespeitam as leis e despejam os seus resíduos na água dos rios. Estes, por sua vez, podem chegar aos mares, que muitas vezes são ligados aos rios, principalmente em cidades do litoral.
Poluição dos Rios

A poluição dos rios é causada principalmente pelo despejo do esgoto das casas ribeirinhas, que lançam nas águas todo o lixo que produzem. Essa poluição faz com que haja um aumento de bactérias que consomem oxigênio, matando peixes e animais.

O outro agente causador da poluição é a indústria localizada em regiões muito próximas aos rios. Estas, muitas vezes, fazem ligações proibidas até os leitos e jogam lá todos os resíduos que produzem diariamente. As leis existem, mas nem sempre são respeitadas.

Além disso, outro fator que desencadeia a poluição dos rios são os resíduos agrícolas, presente nas plantas. Quando estas morrem e se decompõe acabam eliminando esses resíduos, fazendo com que sejam lançados em grandes quantidades na água dos rios.
Poluição dos Mares


Já com relação à poluição dos mares, os vazamentos de óleo ou petróleo são considerados os principais causadores. Esses vazamentos, ocasionados pelas indústrias ou um navio naufragado espalham-se rapidamente pela superfície da água, diminuindo o oxigênio e a entrada de luz, contaminando todos os seres que vivem no mar. Além disso, a retirada do petróleo e de outro tipo óleo pode levar anos.
Compartilhe com seus amigos este conteúdo



Postagens mais visitadas deste blog

Canções para TFM

DEMÔNIOS CAMUFLADOS DEMÔNIOS CAMUFLADOS VÃO SAIR DA ESCURIDÃO,
SENTINELA ENSANGUENTADO VAI ROLANDO PELO CHÃO,
E PERGUNTEM DE ONDE VENHO, VENHO DA ESCURIDÃO,
TRAGO A MORTE, O DESESPERO E A TOTAL DESTRUIÇÃO.
ARMADILHAS CAMUFLADAS, ACIONADORES DE TRAÇÃO,
QUEM VIER ATRAS DE MIM SÓ VAI OUVIR A EXPLOSÃO(CABUM)
SANGUE FRIO EM MINHAS VEIAS CONGELOU MEU CORAÇÃO
NÓS GOSTAMOS DE EXPLOSIVOS NOSSO LEMA É VIBRAÇÃO.
QUEM ÉS TU? QUEM ÉS TU?
QUE DESCE DO CÉU!
COM ASAS DE PRATA POR SOBE O BRASIL!
GUERREIRO ALADO, QUE NÃO SENTE DOR!
PARAQUEDISTA, COMANF, MERGULHADOR!
A SUA MISSÃO É DESTRUIR
A TROPA INIMIGA QUE TENTA INVADIR

CORRIDINHA MIXURUCA CORRIDINHA MIXURUCA,
QUE NÃO DÁ NEM PARA CANÇAR.
NESSE PASSO, NESSE PASSO,
VOLTA AO MUNDO EU VOU DAR.
NESSE PASSO, NESSE PASSO
TODOS JUNTOS VÃO CHEGAR.
E SE ALGUÉM NÃO AGUENTAR,
EU VOU TER QUE ARRASTAR.
E SE O ARRASTO ME MATAR, PODES CRER TU VAI FICA
VAI FICAR NA MÃO DE OUTRO – ATÉ EU ME RECUPERAR.
POIS NESSE PASSO, NESSE PASSO,
MESMO MORTO VOU TE BUSCAR.




SALTITANDO, SALTI…

Canções Militares para o TFM.

Essas canções são usadas durante o Treinamento Físico Militar nas Forças Armadas, das Polícias Militares e Corpos de Bombeiros Militares.
Demônios Camuflados Demônios camuflados vão sair da escuridão,
sentinela ensanguentado vai rolando pelo chão,
e perguntem de onde venho, venho da escuridão,
trago a morte, o desespero e a total destruição.
Armadilhas camufladas, acionadores de tração,
Quem vier atras de mim só vai ouvir a explosão(Cabum)
Sangue frio em minhas veias congelou meu coração
Nós gostamos de explosivos nosso lema é vibração.
Quem és Tu? Quem és tu?
Que desce do céu!
Com asas de prata por sobe o Brasil!
Guerreiro alado, que não sente dor!
Paraquedista, Comanf, Mergulhador!
A sua missão é destruir
A tropa inimiga que tenta invadir

Corridinha Mixuruca Corridinha mixuruca,
que não dá nem para cançar.
Nesse passo, nesse passo,
Volta ao mundo eu vou dar.
Nesse passo, nesse passo
Todos juntos vão chegar.
E se alguém não aguentar,
Eu vou ter que arrastar.
E se o arrasto me matar, podes c…

Termodinâmica

Termodinâmica